Rumores apontam para venda de ativo da Renova para Joint venture da Cemig e da Vale

LinkedIn

A Aliança Geração de Energia, uma joint venture entre a mineradora Vale(BOV:VALE3) e a elétrica mineira Cemig(BOV:CMIG4), tem avaliado a possível aquisição de um parque eólico da Renova Energia(BOV:RNEW11) cujas obras foram paralisadas por falta de recursos da empresa, disseram à Reuters três fontes com conhecimento do assunto.

As negociações do ativo, que ocorrem atualmente também com outros interessados, começaram após a Renova não chegar em maio a um acordo final com os canadenses da Brookfield para a venda do empreendimento, o chamado complexo Alto Sertão III, na Bahia, que quando concluído terá cerca de 400 megawatts em capacidade.

A Renova, que tem como sócios a própria Cemig e sua controlada Light, passou a buscar um novo acionista ou a venda de ativos desde o fracasso de uma associação com a norte-americana SunEdison em 2015.

A empresa de energia limpa chegou a aceitar no ano passado uma oferta da Brookfield, mas as negociações entre as empresas não chegaram a um acerto após meses de idas e vindas, o que levou à retomada da busca por investidores nos últimos meses.

Desde então, a empresa tem conversado com meia dúzia de possíveis compradores, incluindo a Aliança, afirmou uma das fontes.

“A Aliança está participando do processo, mas tem mais gente”, disse a fonte na condição de anonimato, confirmando informação obtida pela Reuters sobre uma reunião envolvendo representantes da Aliança e Renova.

“Há várias propostas de compradores, não só da Aliança. Não tem sido dada exclusividade a ninguém”, adicionou uma segunda fonte, que também preferiu não se identificar porque as tratativas são sigilosas.

RNEW112018

 

Informações da Reuters

Deixe um comentário