Eleições 2018: Pesquisa DataPoder360 mostra Lula na frente com 30% e aponta potencial de candidato apoiado pelo petista

LinkedIn

A pesquisa DataPoder360, divulgada nesta quinta-feira (30), mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) liderando a corrida presidencial, com 30% das intenções de voto. Na sequência, vem o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, com 21% de apoio dos eleitores. Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PDSB) aparecem com 7% cada, enquanto Marina Silva (Rede) tem 6%. Alvaro Dias (Podemos) aparece com 3%; e Cabo Daciolo (Patriota) e Henrique Meirelles (MDB) têm 2%.

A pesquisa não possui cenário sem o petista, mas mostrou o potencial de um possível candidato apoiado por ele.

Segundo o levantamento, 34% dos eleitores consideram a hipótese de votar em Fernando Haddad (PT) para presidente da República quando o ex-prefeito de São Paulo é apresentado como “apoiado por Lula”.

O DataPoder360 perguntou se o eleitor “votaria com certeza”, “poderia votar” ou “não votaria de jeito nenhum” em cada 1 dos candidatos. No caso de Haddad, a soma do voto “votaria com certeza” e “poderia votar” é que resulta em 34%.

A taxa de “voto com certeza” em Haddad é de 8% e esse é o voto mais consolidado do petista. Nessa categoria, o candidato está empatado na margem de erro com todos os demais principais candidatos a presidente.

O levantamento, realizado por telefone entre os dias 24 e 27 de agosto, entrevistou 5.500 moradores de 329 municípios, das 27 unidades da federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Intenções de voto

Como mostra o gráfico a seguir, Fernando Haddad “apoiado por Lula”, Jair Bolsonaro (PSL), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB) e Alvaro Dias (Podemos), variam de 5% a 9% — ou seja, praticamente todos empatados dentro da margem de erro de 2 pontos para mais ou para menos quando se trata de eleitores dizendo que “votariam com certeza” nesses nomes.

A grande diferença é quando é testado o próprio Luiz Inácio Lula da Silva ou alguém indeterminado e sem nome (“candidato apoiado por Lula”). Nesses casos, a taxa de “voto com certeza” vai de 25% a 30%.

07-DataPoder360-potencial-voto-27ago2018

No momento, Lula enfrenta uma batalha jurídica para se candidatar à presidência. Ele está preso em Curitiba desde abril ao ser condenado a 12 anos e 1 mês de prisão pela Lava Jato. O PT registrou a candidatura de Lula, mas todas as indicações dentro do Tribunal Superior Eleitoral são de que o nome do petista será barrado até 17 setembro, sendo que o 1º turno da eleição acontecerá no dia 7 de outubro.

No cenário a seguir, a pesquisa mostra as intenções de votos caso o registro de Lula seja negado e o nome em preparação pelo PT é o de Fernando Haddad. Nesta rodada, o melhor desempenho de Haddad foi no Nordeste. Quando o candidato é apresentado como “apoiado por Lula”, a intenção de “voto com certeza” chega a 12%.

08-DataPoder360-potencial-voto-Haddad-27ago2018-914x1024

Cenário com Lula

A Lei Eleitoral no Brasil é historicamente intrusiva. Há muitos anos há restrições sobre como devem ser realizadas as pesquisas de intenção de voto.

Por determinação legal, o DataPoder360 testou 1 cenário com os 13 candidatos registrados na disputa pelo Planalto agora em 2018 –inclusive com Lula, que está preso. O resultado está em linha com o da maioria das empresas que fazem pesquisas no Brasil.

Lula lidera com 30%. Bolsonaro tem 21%. Ciro, Alckmin e Marina pontuam 7%, 7% e 6%, respectivamente –e estão empatados na margem de erro do levantamento. Alvaro está com 3%.

Há uma curiosidade nos resultados. Henrique Meirelles (MDB) e Cabo Daciolo (Patriota) estão empatados: cada 1 têm 2% das intenções de voto. A campanha de Meirelles é uma das mais ricas. Já Daciolo tem pouca estrutura e se destacou nos primeiros debates de TV por aparecer com uma Bíblia na mão e imprecar contra todos os adversários.

01-DataPoder360-cenario-Lula-27ago2018

Comentários

  1. Marcia Candido diz:

    Tenho certeza que agora com o início da campanha de TV Alckmin começará a crescer nas pesquisas, ele é o candidato mais preparado que temos.

Deixe um comentário