Favoritismo de Bolsonaro faz corretora mudar carteira de ações do mês

LinkedIn

Com Jair Bolsonaro surpreendendo e atingindo 46% dos votos válidos no primeiro turno, a corretora XP Investimentos rebalanceou extraordinariamente a carteira de ações deste mês para refletir um cenário de risco menor. A corretora destaca, porém, que uma vitória de Bolsonaro no segundo turno ainda não está garantida, e espera volatilidade.

Segundo a XP, com a performance forte de Bolsonaro no primeiro turno, se a tendência do candidato se mantiver e a vitória se concretizar, a corretora vê a bolsa como um dos ativos mais atrativos dentro do Brasil. A bolsa negocia hoje com um leve desconto em relação à média histórica. Com a vitória de Bolsonaro, a corretora acredita que o Índice Bovespa pode ganhar força, impulsionado por uma percepção de risco menor e uma potencial revisão positiva de resultados nos próximos anos.

As principais mudanças para a Carteira Recomendada XP são a Vale ON por Bradesco PN, com 15% da carteira; troca de Engie Brasil ON por Cemig PN (5% da carteira); e troca de Equatorial ON por Ultrapar ON (10% da carteira).

Com isso, a XP diz que mantém uma carteira balanceada, com alavancas para nos proteger da volatilidade, como a Suzano, mas apontando para uma gradual melhora de sentimento em relação ao Brasil.

A carteira total da XP pós-primeiro turno é B2W ON, Bradesco PN, BRF ON, Cemig PN, Gerdau PN, Localiza ON, Petrobras PN, Suano ON e Ultrapar ON. 

Deixe um comentário