Ibovespa Futuro abre em alta de 3,9% e dólar cai 1,8%, para R$ 3,86% com nova pesquisa

LinkedIn

Como indicavam os negócios no exterior ontem à noite, o mercado financeiro brasileiro reagiu com novo entusiasmo à pesquisa do Datafolha divulgada depois do fechamento ontem. O Índice Bovespa futuro, que abre antes do mercado à vista na B3, estava em alta de 3% para 17 de outubro, a 84.565 pontos, e de 3,91% para dezembro, a 82.530 pontos.

Ontem, o índice à vista fechou em 81.612 pontos, em alta de 3,80%. No mercado de câmbio, o dólar comercial está em baixa, de 1,8%, vendido a R$ 3,865, enquanto o dólar turismo recua 1,9%, para R$ 4,07. No mercado futuro da B3, o dólar para 1º de novembro cai 1,8%, para R$ 3,881. Os volumes são altos e alguns mercados já bateram nos limites de oscilação e entraram em leilão.

Os investidores se animaram com a expectativa de que o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, poderá vencer o do PT, Fernando Haddad, na eleição que terá seu primeiro turno no domingo. Bolsonaro segue crescendo na preferência da população, apesar dos ataques de adversários e de declarações desastradas de assessores e aliados políticos.

A adesão de líderes evangélicos teria proporcionado a nova onda de crescimento do candidato conservador, mas que defende uma política econômica liberal e de continuidade das reformas da Previdência e trabalhista e menor intervenção do Estado na economia. Por conta dos projetos de privatização, os papéis de estatais são destaque na alta, como Banco do Brasil e Eletrobrás.

Hoje, porém, esperam-se novas emoções com a divulgação de outra pesquisa do Ibope, depois do fechamento dos mercados. Investidores especulam até com a vitória de Bolsonaro no primeiro turno, mas os números ainda não confirmam essa tendência.

O mercado internacional também ajuda, com indicações do governo da Itália de que o déficit fiscal do país será ajustado e não ficará nos 2,4% do PIB propostos inicialmente pelos parlamentares anti-euro. Já o índice dos gerentes de compra (PMI) do euro composto, que reúne indústria e serviços, recuou 0,04 ponto em setembro, para 54,1, por uma atividade industrial mais fraca, mas acima de 50, indicando crescimento.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.