Três anos após o acidente em Mariana, Vale e BHP Billiton fecham acordo com o governo

LinkedIn

Um acordo para indenizar as famílias atingidas pelo rompimento da barragem de Mariana, em Minas Gerais, foi fechado nesta terça-feira, 2, entre as mineradoras Samarco, Vale (BOV:VALE3) e BHP Billiton. As informações dão da 1ª Promotoria da Justiça da Comarca de Mariana.

De acordo com os procuradores, o acordo viabilizará o início do pagamento de indenizações aos familiares das 19 pessoas que morreram na tragédia, assim como para as pessoas que perderam suas casas e outras propriedades “no pior desastre ambiental da história do país”.

“O acordo já foi homologado. Ele encerra o processo e estabelece todas as regras para o pagamento das indenizações. Uma das regras é que será individualizado, então não é tabelada [ a indenização]. A Renova vai fazer uma proposta que deve contemplar o dano informado no cadastro de atingidos”, afirmou o promotor Guilherme de Sá Meneghin.

Segundo ele, o termo encerra a ação principal movida pelo Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) na cidade.

Deixe um comentário