10 ações para comprar em novembro, segundo a Spinelli

LinkedIn

Com a estratégia de capturar as oportunidades de acordo com o perfil de cada investidor, a Spinelli divulgou um relatório nesta quinta-feira, 01, com as suas principais apostas para novembro.

Para novembro, a corretora buscou ajustar suas carteiras com a alocação de papéis menos defensivos — que se resume em reduzir as apostas em empresas que tendem a se valorizar com um dólar mais forte (empresas exportadoras) e também em empresas bastantes resilientes – como, por exemplo, a escolha da Ambev.

Em contrapartida, para a substituição de tais empresas, a corretora optou por alocar naquelas que tendem a se sobressair em um cenário de relativo otimismo (maior beta) e focadas no mercado doméstico com, por exemplo, as empresas cíclicas.

Diante deste cenário, a carteira Top 5 de novembro conta com a entrada dos papéis da Usiminas (USIM5), M.Dias Branco (MDIA3) e Movida (MOVI3). Os papéis retirados pela corretora foram Gerdau (GGBR4), Ambev (ABEV3) e Smiles (SMLS3).

CapturadeTela2018-11-01às11.36.30

Com relação a carteira de Small Caps, a Spinelli retirou as empresas Arezzo (ARZZ3) e Alupar (ALUP11) para dar entrada nos ativos da Marcopolo (POMO3) e BR Properties (BRPR3). 

CapturadeTela2018-11-01às11.36.56

Na carteira de dividendos, a corretora optou por incluir a Arezzo e retirar o papel da Vivo (VIVT4).

CapturadeTela2018-11-01às11.36.42

Deixe um comentário