Biosev (BSEV3) apresentou prejuízo de R$ 155.57 milhões no 3º trimestre de 2018

LinkedIn

A companhia Biosev anunciou um prejuízo líquido de R$ 155.57 milhões no 3º trimestre de 2018, resultado bem inferior ao lucro líquido de R$ 32.85 milhões apurado no mesmo período do ano anterior. Na comparação com o 2º trimestre de 2018 (prejuízo líquido de R$ 506.46 milhões), houve uma redução de 69,28% em suas perdas.

Já a receita líquida da companhia diminuiu 16,68% de um ano para o outro, passando de R$ 1.78 bilhão para R$ 1.48 bilhão. Em relação ao último trimestre (R$ 1.92 bilhão), a receita diminuiu -22,60%.

Os ativos totais da Biosev totalizaram R$ 8.92 bilhões no 3º trimestre de 2018, soma 0,52% maior que o saldo de R$ 8.88 bilhões registrado no encerramento do mesmo período do ano anterior.

O patrimônio líquido da companhia, por sua vez, apresentou uma forte recuperação, ao comparar todos os valores contábeis que os seus sócios possuíam no fechamento do 3º trimestre de 2018 (patrimônio líquido positivo de R$ 705.77 milhões) com a mesma data em 2017 (patrimônio líquido negativo de R$ 1.1 bilhão).

A dívida líquida ficou em R$ 5.22 bilhões no encerramento do 3º trimestre de 2018, aumento de 5,43% ante os R$ 4.95 bilhões registrados no ano anterior.

Todos estes dados referem-se à consolidação do resultado financeiro da companhia Biosev (BOV:BSEV3) com o resultado financeiro de todas as suas companhias subsidiárias (empresas controladas, de maneira direta ou indireta, pela companhia) relacionadas ao 3º trimestre de 2018.

Acesse o balanço financeiro completo desta companhia, clicando aqui. Não deixe de conferir também seus indicadores fundamentalistas, clicando aqui.

Conheça a Biosev

A Biosev possui 11 unidades agroindustriais em operação nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba e Rio Grande do Norte, além de um terminal próprio no porto de Santos (SP), empregando 17 mil colaboradores.

Sua origem remonta a 2000, quando o Grupo Louis Dreyfus Company, que tem mais de 160 anos de história no mercado global de commodities, adquiriu a usina Leme (SP).

Nos anos seguintes, outras usinas foram incorporadas ao grupo, até que, em 2009, nasceu a LDC-SEV – que futuramente se tornaria a Biosev –, a partir da fusão da LDC Bioenergia, do Grupo Louis Dreyfus Company, com a Santelisa Vale, uma importante produtora e processadora de cana-de-açúcar.

Usuários ADVFN acompanham, gratuitamente e em tempo real, a cotação de todas as ações negociadas na BM&FBOVESPA através das ferramentas Monitor, Cotação e Gráfico.

Deixe um comentário