Bom dia, Investidor! 05 de novembro de 2018

LinkedIn

Esse é o Bom Dia, Investidor, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Pré Market

O noticiário político segue em foco no Brasil, com a viagem do presidente eleito, Jair Bolsonaro, amanhã para Brasília, onde se reúne, na quarta-feira, com o atual presidente Michel Temer, dando início à transição de poder. Os investidores seguem à espera de novos anúncios do próximo governo, capazes de reafirmar a intenção com o ajuste fiscal e as reformas estruturais. Nos Estados Unidos, o cenário eleitoral também está no radar.

O payroll foi o evento menos relevante na última sexta-feira, feriado no Brasil, sem novidades na criação de 250 mil postos de trabalho nos EUA em outubro, acima das 208 mil novas vagas previstas, e na manutenção da taxa de desemprego no nível mais baixo desde 1969, em 3,7%. Os sinais de pressão inflacionária também permaneceram, com os salários crescendo no ritmo mais elevado em nove anos, em +3,1%, no confronto anual.

O que chamou mesmo a atenção ao final da semana passada foi a declaração do presidente norte-americano, Donald Trump, em tom de otimismo sobre a relação comercial com a China. Ele disse que ambos os países estão muito próximos em fazer um acordo, mas o assessor econômico, Larry Kudlow, negou que um esboço de um acordo sino-americano tenha sido solicitado pelo presidente. Um encontro de líderes deve ocorrer no fim do mês.

Já nesta segunda-feira, durante a primeira feira de importação na China, em Xangai, o presidente chinês Xí Jìpíng, reagiu contra as práticas comerciais protecionistas defendidas. Em um discurso velado a Trump, Xí afirmou que “a política de empobrecer o vizinho” tende a levar à estagnação global, com as ações da “lei da selva” e do “vencedor leva tudo” resultando em um “beco sem saída”. Ele também disse que a China continuará promovendo a globalização e prometeu impulsionar a demanda doméstica, cortando ainda mais as tarifas de importação e abrindo o mercado consumidor chinês.

Com isso, não se sabe o quanto do discurso de Trump é apenas “politicagem” para evitar uma derrota do partido nas eleições legislativas (midterm elections), que acontecem amanhã e podem definir os últimos dois anos do mandato de Trump bem como uma tentativa de reeleição dele, em 2020. O presidente tem sido um cabo eleitoral ativo e até aproveitou os “números incríveis” do payroll para estimular o “voto republicano”.

Por Olívia Bulla. 

Destaques corporativos

Duratex (DTEX3): A Duratex reportou lucro líquido de R$ 376,3 milhões durante o terceiro trimestre de 2018, um aumento de 4,5x quando comparado aos R$ 83,1 milhões obtidos no mesmo período do ano anterior.  A receita líquida da empresa no 3T18 foi de R$ 1,51 bilhões.

Cemig (CMIG4): A agência de classificação de risco Moody’s elevou o rating da Cemig de ‘B2/Ba1.br’ para ‘B2/Ba1.br’. A perspectiva é estável. De acordo com a agência, a elevação reflete a percepção de melhora geral do perfil de liquidez da companhia após recebimentos de indenizações, vendas de ativos e refinanciamento de dívida de curto prazo.

Embraer (EMBR3): A Embraer, fabricante brasileira de aeronaves, e a American Airlines, assinaram um novo contrato para aquisição de 15 jatos E175 no valor de US$ 705 milhões.

BB Seguridade (BBSE3): Em comunicado, a BB Seguridade informou que foi aprovada, na última quinta-feira (1º), a abertura de um novo programa de recompra de ações. Segundo a empresa, o programa pretende adquirir até 10 milhões de ações que estão em circulação no mercado.

Santander (SANB11): O conselho de administração do Santander aprovou um novo programa de recompra de certificados de depósito de ações (Units) ou de American Depositary Receipts (ADRs). O programa abrangerá a aquisição de até 37.753.760 Units e 37.753.760 ações preferenciais, ou de ADRs.

Cemig (CMIG4): A Cemig informou que concluiu na última quinta-feira, 1°, a venda de ativos de telecomunicações. O valor auferido pela companhia nestas operações totalizou R$ 654.461.305,42.

Cosan (CSAN3): A Cosan informou nesta quinta, 1°, que cancelou a operação de incorporação da Cosan Logística.

Recomendação de ativos

Gol (GOLL4): Em relatório publicado na última quarta-feira, a Safra Corretora optou por manter a recomendação da Gol como outperform.

B2W (BTOW3): Os analistas do BB Investimentos atualizaram o preço-alvo da B2W de R$ 34,5 para R$ 40,6, com recomendação outperform.

Lojas Americanas (LAME4): O BB Investimentos elevou o preço-alvo das Lojas Americanas de R$ 18,8 para R$ 22,60. A recomendação market perform foi reiterada.

Notícias

Novo horário da B3: Investidores e traders devem ficar atentos também aos novos horários na Bolsa brasileira a partir desta segunda (5). Por causa do horário de Verão no Brasil e o fim dele nos Estados Unidos, o horário de negociação no segmento Bovespa vai das 10h às 18h (horário de Brasília).

Dólar: O dólar opera em alta nesta segunda-feira (5). Às 9h13, a moeda norte-americana avançava 0,28%, vendida a R$ 3,7055. Na última sessão, a moeda caiu 0,76%, vendida a R$ 3,6943. Na semana passada, acumulou alta de 1,16%.

Inflação: Os analistas das instituições financeiras reduziram pela segunda semana consecutiva sua estimativa de inflação para este ano. Para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país, o mercado financeiro reduziu a previsão de 4,43% para 4,40% para este ano. Para 2019, os economistas das instituições financeiras mantiveram sua expectativa de inflação estável em 4,22%.

Minério de ferro: A sessão desta segunda-feira na bolsa de mercadorias de Dalian, na China, foi marcada pela valorização dos contratos futuros do minério de ferro. Os ganhos foram de 0,98%, para um total de 516,00 iuanes por tonelada do produto.

Agenda econômica

CapturadeTela2018-11-05às09.22.30

Deixe um comentário