Bom dia, Investidor! 07 de novembro de 2018

LinkedIn

Esse é o Bom Dia, Investidor, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Pré Market

Os Democratas conquistaram a Câmara dos Representantes nos Estados Unidos, assumindo os 218 assentos necessários para ser maioria na Casa, ao passo que os Republicanos mantiveram o controle do Senado, com 51 cadeiras contra 45. A votação foi vista como uma reprovação do eleitorado norte-americano ao estilo nacionalista do presidente Donald Trump governar sua agenda em que coloca a “América Primeiro”, relegando questões como a imigração e a saúde.

Um Congresso dividido significa um impasse legislativo para os últimos dois anos do governo Trump, criando um muro para os planos mais ambiciosos do republicano, com vistas à reeleição em 2020. A Casa Branca ainda leva vantagem para que a nomeação a cargos-chave na Suprema Corte seja aprovada no Senado, inibindo também esforços dos Democratas para reverter ações reguladoras de Trump.

Mas o domínio da oposição na Câmara dá início a uma nova era de impasse em Washington. Assim, o resultado das eleições de meio de mandato (midterm elections) apenas reforça a previsão de desaceleração da economia dos EUA em 2019, à medida que o estímulo fiscal já adotado pela Casa Branca tende a se esvair, diminuindo as chances de qualquer nova iniciativa fiscal, e o Federal Reserve tende a manter o ritmo de alta da taxa de juros.

Em reação, os índices futuros das bolsas de Nova York exibiam leve alta nesta manhã, ao passo que o dólar perde terreno para as moedas rivais, como o euro e o iene, e o juro projetado pelo título norte-americano de 10 anos (T-note) está abaixo de 3,20%, diante da perspectiva de ausência de novo impulso aos rendimentos (yields) dos bônus e de fortalecimento da moeda dos EUA.

Por Olívia Bulla. 

Destaques corporativos 

Gerdau (GGBR4): O conselho de administração da Gerdau aprovou a distribuição de dividendos. Os valores serão pagos a partir de 03 de dezembro de 2018 e serão calculados e creditados com base nas posições dos acionistas em 21 de novembro de 2018. A Metalúrgica Gerdau vai pagar R$ 0,09 de dividendo por ação ordinária e preferencial. A Gerdau vai pagar R$ 0,13 por ação ordinária e preferencial.

Azul (AZUL4): Em comunicado, a Azul informou que o seu tráfego de passageiros cresceu 15,9% em relação ao mesmo período do ano anterior, frente a um aumento de 16,6% na capacidade, resultando em uma taxa de ocupação de 82,4%, levemente menor que a registrada em outubro de 2017.

Comgás (CGAS3): O conselho de administração da Comgás aprovou o pagamento aos acionistas de dividendos intercalares no valor de R$ 456.632.396,55. O valor de R$ 350.309.304,69 será pago às ações ordinárias, no valor de R$ 3,38 por ação. A quantia de R$ 106.323.091,86 será paga às ações preferenciais, no valor de R$ 3,72 por ação.

Taesa (TAEE11): A Taesa teve lucro líquido de R$ 267,7 milhões no terceiro trimestre do ano. Esse valor corresponde a aumento de 175% na comparação com o 3T17 e reflete, principalmente, a alta do IGP-M. As receitas do setor de transmissão são indexadas a esse indicador.

Tim (TIMP3): A Tim teve lucro líquido de R$ 1,33 bilhão no 3T18. Esse valor é 379,3% maior que o do 3T17. O lucro foi inflado por um crédito fiscal de R$ 950 milhões. Sem esse evento extraordinário, o lucro somou R$ 388 milhões, alta de 38,9%.

Iguatemi (IGTA3): A Iguatemi teve lucro líquido de R$ 65,5 milhões no 3T18. Esse valor é 23,6% maior do que o registrado no 3T17. Segundo a companhia, o crescimento do lucro é um reflexo da queda das taxas de juros e das despesas financeiras, além de melhora da receita e da margem operacional graças ao controle de custos nos shoppings.

 

Recomendação de ativos 

Odontoprev (ODPV3): Os analistas do Credit Suisse reiniciaram a cobertura da Odontoprev com recomendação outperform e alvo em R$ 17.

Brasil Agro (AGRO3): A equipe do BTG Pactual reiterou a recomendação de compra e preço-alvo de R$ 18 para o papel da Brasil Agro.

Fleury (FLRY3): A recomendação da Fleury também foi retomada pela equipe do Credit Suisse, com alvo em R$ 20 e recomendação underperform. 

Petrobras (PETR4): A Eleven Financial ajustou o preço-alvo da Petrobras para R$ 35. Segundo a equipe de análise, a ação está com risco reduzido após o acordo com as autoridades dos Estados Unidos.

Qualicorp (QUAL3): A equipe de análise do Credit Suisse retomou a cobertura da Qualicorp com recomendação neutra e preço-alvo de R$ 16.

Notícias

Dólar: O dólar opera em queda nesta quarta-feira (7), após resultado das eleições legislativas nos EUA e com investidores monitorando o noticiário político doméstico. Às 9h04, a moeda norte-americana caía 0,65%, vendida a R$ 3,7333. (G1)

Minério de ferro: A sessão desta quarta-feira foi marcada por desvalorização nos contratos futuros do minério de ferro na bolsa de Dalian, na China. O ativo registrou perdas de 0,58%, fechando o dia a 511,00 iuanes por tonelada.

IPCA: O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,45% em outubro, após alta de 0,48% no mês anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira.

Agenda econômica 

CapturadeTela2018-11-07às09.30.08

Deixe um comentário