Bom dia, Investidor! 17 de dezembro de 2018

LinkedIn

Esse é o Bom Dia, Investidor, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir! 

Pré Market

Por Olívia Bulla – A última semana cheia de 2018 começa com os investidores redobrando a cautela, após dados fracos de atividade na China e na zona do euro reacenderam as preocupações com a desaceleração global em 2019. Esse temor fez as bolsas de Nova York entrarem em um mercado de baixa (bear market), marcando o pior início de dezembro desde 1980.

Os investidores refazem as contas dos prejuízos que a prolongada guerra comercial pode causar à economia dos Estados Unidos, que ainda continua forte. Essa reflexão é ruim para os ativos de risco, mas pode não ser o suficiente para levar o Federal Reserve a oferecer o alívio que o mercado financeiro anseia na reunião de quarta-feira.

E o fato é que as bolsas chinesas tiveram um desempenho melhor que as de Nova York desde que Pequim e Washington concordaram em assinar uma trégua de 90 dias, durante o encontro do G-20, no fim do mês passado. No período, o índice Xangai Composto subiu 0,2%, enquanto o S&P 500 caiu 5,8%.

Porém, as ações chinesas acumulam perdas de mais de 20% no ano, enquanto o índice norte-americano migrou para o vermelho recentemente, em meio à reavaliação do crescimento econômico em 2019, com a guerra comercial parecendo agora ser negativa também para os EUA.

Por isso, as bolsas chinesas têm mostrado maior resiliência às perdas significativas em Wall Street, já que o mercado acionário norte-americano ainda vinha embalado pelo sinais robustos da economia dos EUA, o que ainda demanda juros mais altos por parte do Fed. No primeiro pregão da semana, a Ásia relegou o tombo em Nova York na sexta-feira e fechou em alta.

Destaques corporativos

Eletrobras (ELET6): A Eletrobras informou nesta segunda, 17, que o BNDES divulgou alterações no cronograma de desestatização da Companhia Energética de Alagoas (Ceal). Pelo novo cronograma, a nova data de entrega dos documentos é 27 de dezembro de 2018. O leilão será realizado no dia 28 de dezembro de 2018 às 17h.

CSN (CSNA3): A Companhia Siderúrgica Nacional informou nesta sexta, 14, após o pregão, que a projeção de EBITDA ajustado é de aproximadamente R$ 7 bilhões para o ano de 2019.

Embraer (EMBR3): A Embraer e a Boeing aprovaram os termos da parceria estratégica que irá possibilitar ambas as empresas a acelerar o crescimento em mercados aeroespaciais globais. Os termos aprovados definem que a joint venture contemplando a aviação comercial da Embraer e serviços associados terá participação de 80% da Boeing e 20% da Embraer.

Gol (GOLL4): A Gol vai revisar o plano de incorporação da companhia de redes de fidelidade de clientes Smiles depois que a contestada proposta original, que previa a migração da companhia aérea para o Novo Mercado foi rejeitada por uma comissão da B3 e o governo eliminou limites para o investimento estrangeiro no setor.

B3 (B3SA3): A B3 informou nesta segunda-feira (17) que planeja investir entre R$ 250 milhões a R$ 280 milhões de reais em 2019. A companhia projetou ainda despesas ajustadas de R$ 1,030 bilhão a R$ 1,080 bilhão em 2019

Recomendação de ativos

Gerdau (GGBR4): A equipe de análise da XP Investimentos colocou a Gerdau como preferida entre as siderúrgicas. A corretora acredita que “é hora de voltar a entrar no setor”.

Commodities

Minério de ferro: A sessão desta segunda-feira na bolsa de mercadorias de Dalian, na China, foi marcada pela valorização dos contratos futuros do minério de ferro. O ativo encerrou o dia com ganhos de 1,56% aos 488,50 iuanes por tonelada.

Petroleo Brent:  O barril do petróleo Brent em baixa abriu nesta segunda-feira, no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 60,17, variação de 0,28% em relação ao fechamento de sexta-feira passada.

Câmbio

Dólar: O dólar abriu em leve alta nesta segunda-feira (14), após ter encerrado a última semana acima de R$ 3,90 em meio à preocupações com a desaceleração da economia global. Às 9h22, a moeda norte-americana subia 0,30%, vendida a R$ 3,9153. Na sexta-feira, o dólar fechou a R$ 3,903, acumulando alta de 0,22% na semana – a 7ª semana seguida de valorização. Em 2018, a alta é de 17,81%. (G1) 

Agenda econômica

CapturadeTela2018-12-17às09.26.21

Deixe um comentário