BTG reitera recomendação de compra para shoppings, com preferência para Iguatemi

LinkedIn

Invesing.com – Em relatório divulgado nesta quarta-feira, o BTG Pactual reforça seu otimismo para o segmento de shoppings center para 2019, reiterando a recomendação de compra para todos os ativos. Apesar disso, a preferência do banco fica para os ativos do Iguatemi (BOV:IGTA3).

A equipe de analistas destaca que a recuperação do varejo, somada com taxa de juros baixas favoreceram o setor. Para eles, as ações estão sendo negociadas com base em avaliações convincentes. Sobre o Iguatemi, a aposta está baseada em uma carteira de shopping centers voltadas ao segmento AAA; ser diretamente beneficiado com os juros baixos; as boas oportunidades para crescimento; e uma margem de valorização atrativa.

O posicionamento otimista do BTG para o setor já acontece desde julho, com as ações apresentando uma média de valorização de 22% desde então. Mesmo com esse avanço, o banco mantém essa recomendação de compra para os ativos de todas as companhias da área.

“Esperamos uma boa recuperação nas vendas dos shoppings, em um cenário de taxas de juros que devem permanecer próximas a mínimas históricas e as taxas de juros reais de longo prazo com possibilidade de cair ainda mais”, descreve o relatório.

Para 2019, o BTG acredita que os shoppings devem se beneficiar de uma boa recuperação das vendas no varejo nos próximos trimestres (o macro está se moldando melhor, com a confiança crescente do consumidor e o maior crescimento do PIB em 2019).

Os analistas destacam que esperam um crescimento médio acima de um dígito nos meses outubro e novembro. Com as vendas mais fortes, os shopping centers devem ser capazes de repassar a inflação para as rendas, remover os descontos dos lojistas e reduzir as taxas de inadimplência, levando o BTG a esperar crescimento sólido da receita e margens Ebitda mais altas.

De acordo com nossa equipe de pesquisa macroeconômica realizada pelo banco, a taxa Selic deve permanecer em 6,5% em 2019, já que a inflação continua sob controle. Além disso, caso o novo governo tenha resultados positivos, as taxas reais de longo prazo podem cair um pouco mais. Dessa forma, os analistas entendem que, com o alto nível de despesas com juros, todas as empresas devem se beneficiar muito com as taxas mais baixas (principalmente a Iguatemi, que é mais voltada e cerca 90% de sua dívida tem taxa flutuante).

Preços-alvo:

– BR Malls (BRML3) – R$ 15,00
– Multiplan (MULT3) – R$ 27,00
– Iguatemi – R$ 46,00
– Aliansce (ALSC3) – R$ 22,00

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.