Seguro obrigatório de carro cairá para R$ 12 e IPVA será 3,3% mais barato em SP

LinkedIn

O novo ano trará duas boas notícias para o bolso de 17,4 milhões de motoristas no Estado de São Paulo. Além da queda média de 63,3% no valor do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos (DPVAT) em 2019 anunciada pelo Ministério da Fazenda e válido em todo o País, o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ficará, em média, 3,34% mais baixo em São Paulo no ano que vem.

Preços de carros em queda

A queda no IPVA é reflexo da queda nominal nos preços de varejo de 11.556 veículos de diferentes modelos e versões pesquisados pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) em setembro deste ano em comparação com o mesmo mês de 2017.  A tabela e o calendário de pagamento, que começa no dia 9 de janeiro, foram publicados no Diário Oficial do Estado de São Paulo desta quinta-feira.

O levantamento da Fipe apontou que a maior queda foi nos preços de venda para caminhões usados, que apresentaram recuo de 4,72%. Os ônibus e micro-ônibus tiveram redução de 3,67%, seguidos dos utilitários, com queda de 3,52%%. Os preços de venda de motocicletas caíram 3,30% e automóveis fecharam 3,26% abaixo do valor apurado no ano anterior.

Arrecadação de R$ 14,9 bilhões e 17,4 milhões de contribuintes

A frota total de veículos no Estado de São Paulo é de aproximadamente 25,1 milhões. Entretanto, destes, apenas 17,4 milhões estão sujeitos ao recolhimento do IPVA, o que levou a Fazenda a estimar uma arrecadação de R$ 14,9 bilhões com o imposto em 2019.

Outros 300 mil veículos estão isentos por terem mais de 20 anos de fabricação ou são considerados isentos, imunes ou dispensados do pagamento (como taxistas, pessoas com deficiência, igrejas, entidades sem fins lucrativos, veículos oficiais e ônibus/micro-ônibus urbanos).

Seguro obrigatório cai 71%, de R$ 41,40 para R$ 12

Segundo o Ministério da Fazenda, dois motivos viabilizaram a queda no seguro obrigatório no País: reservas mais que suficientes para garantir a solvência de longo prazo do Seguro DPVAT, que paga indenizações em torno de R$ 2 bilhões por ano e a redução no número de fraudes.

As reduções ocorrerão de forma diferenciada. Automóveis particulares, táxis e carros de aluguel, veículos ciclomotores e máquinas de terraplanagem, tratores, caminhões, pick-ups, reboques e semirreboques terão o DPVAT reduzido em 71%.
No caso dos automóveis particulares, a tarifa cairá de R$ 41,40 para R$ 12. Os ônibus, micro-ônibus e lotações terão o seguro reduzido em 79%. Já o seguro para as motocicletas e motonetas, que concentram a maior parte dos acidentes de trânsito e exigem o pagamento do DPVAT, cairá menos e ficará 56% mais barato.

Com informações da Agência Brasil.

Deixe um comentário