Balança comercial chinesa decepciona mercados, que focam agora em balanços dos EUA

LinkedIn

Balança comercial chinesa dá sinais de desaceleração da atividade econômica e deterioração da demanda global. A balança comercial chinesa apresentou dados inesperadamente ruins em dezembro. As exportações registraram variação negativa de 4,4% na comparação anual, pior resultado desde 2016. Já as importações recuaram 7,6%, sinalizando uma deterioração da demanda global. Ironicamente, a China obteve em seu maior saldo comercial desde 2016 — 57,06 bilhões de dólares.

Atividade econômica

Mercados acionários

Os mercados acionários internacionais operam em campo negativo, refletindo os dados chineses decepcionantes. A frustração do mercado piorou a percepção para ativos de risco; o índice CBOE VIX subiu 1,72 pontos. Os índices futuros norte-americanos sinalizam quedas de aproximadamente 1%, e o dólar tem leve depreciação.

Embora o movimento generalizado seja negativo, os investidores se atentam à temporada de balanços relativos ao quarto trimestre de 2018. Expectativa é de um aumento nos lucros corporativos de 6,4%. Entre os resultados da semana, os resultados bancários são bastante aguardados. Destaque para o Citigroup, JP Morgan, Bank of America, Morgan Stanley e Goldman Sachs. Divulgarão resultados também a Netflix, Alcoa, American Express, BlackRock, etc.

No mercado acionário doméstico, o Ibovespa tem sinal negativo, contrariando pressões externas. Destaque local vem do setor imobiliário, que tem forte alta após as prévias operacionais de empresas do setor de construção civil. O dólar é cotado a R$ 3,7303, alta de 0,5%.

Expectativas dos agentes

Na agenda do dia, há uma ausência de dados econômicos relevantes. O destaque externo será o resultado corporativo do Citigroup.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.