Barragem da Vale em Brumadinho rompe em novo desastre ambiental; ação cai 7% no exterior

LinkedIn
Uma barragem da mineradora Vale (BOV:VALE3) na Mina Feijão, em Brumadinho (MG), rompeu hoje no início da tarde, causando um novo desastre ambiental.
As primeiras informações da empresa, que emitiu uma nota oficial, indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Ainda não há confirmação se há feridos no local, mas segundo informações da TV Globo, pelo menos dois funcionários foram levados feridos para um hospital da região.
A Vale acionou o Corpo de Bombeiros e ativou o seu Plano de Atendimento a Emergências para Barragens. Segundo a nota da Vale, a prioridade total, neste momento, é preservar e proteger a vida de empregados e de integrantes da comunidade.
Esta é a segunda barragem da Vale que rompe em menos de quatro anos. Em 2015, a barragem da subsidiária Samarco, em Mariana (na foto), destruiu várias cidades e provocou um desastre ambiental que contaminou o Rio Doce por vários Estados, chegando até o mar.
Com o mercado de ações fechado no Brasil fechado hoje por conta do feriado do aniversário de São Paulo, a reação dos investidores pode ser medida pelos recibos de ações negociados em Nova York (American Depositary Receipts, ADR), que estavam em queda de 7,2%.

Deixe um comentário