Bom dia, Investidor! 03 de janeiro de 2019

LinkedIn

Esse é o Bom Dia, Investidor, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir! 

Pré Market

Por Olívia Bulla – O mercado financeiro brasileiro iniciou 2019 com o pé direito. O dólar caiu abaixo de R$ 3,80 e a Bolsa cravou nova pontuação recorde, já nos 91 mil pontos, em meio ao entusiasmo dos investidores com o novo governo. Esse otimismo foi capaz de desviar os negócios locais do temor de desaceleração econômica que impera no exterior. Mas essa “blindagem” será colocada à prova novamente nesta quinta-feira.

Afinal, por mais que Wall Street tenha conseguido encerrar a primeira sessão do novo ano em ligeira alta, a volatilidade reinou entre os ativos de risco ontem, diante de dados de atividade mais fracos na zona do euro e na China. Hoje, novos indicadores sobre o desempenho da indústria no mês passado, desta vez, nos Estados Unidos (13h), devem ditar o rumo do mercado financeiro no exterior.

Por ora, o sinal negativo volta a prevalecer no ambiente internacional, em meio às renovadas preocupações quanto ao enfraquecimento da segunda maior economia do mundo e ao impacto da guerra de tarifas nas empresas norte-americanas. Ontem, a Apple afirmou que as vendas de fim de ano serão bem mais baixas que o esperado, por causa da menor demanda na China.

O executivo-chefe, Tim Cook, disse em carta aos acionistas que a receita no primeiro trimestre fiscal da gigante de tecnologia deve ser de US$ 84 bilhões, abaixo da previsão anterior de até US$ 93 bilhões. A notícia atingiu em cheio as ações do setor na Ásia, com destaques para os papéis na Coreia do Sul e em Taiwan, enquanto Tóquio seguiu fechado por causa de um feriado. Em Xangai e Hong Kong, as perdas foram menores, entre 0,3% e 0,4%.

Destaques corporativos

Renova Energia (RNEW11): Em comunicado, a Renova Energia informou que o seu conselho de administração não aprovou, no último dia 28 de dezembro de 2018, a oferta apresentada pela AES Tietê para aquisição do Complexo Eólico Alto Sertão III, bem como de, aproximadamente, 1,1 GW em determinados projetos eólicos em desenvolvimento.

BRF (BRFS3): A BRF concluiu a venda de 91,89% do capital social da QuickFood à Marfrig Global Foods.

Suzano (SUZB3): A Suzano e a Fibria anunciaram nesta quarta-feira (02) um pequeno ajuste na relação de troca das ações no âmbito da fusão das companhias, anunciada no ano passado. A relação de troca das ações da holding detidas por acionistas da Fibria por ações da Suzano foi ajustada de R$ 0,4611 para R$ 0,4613 ação.

Eletrobras (ELET6): O presidente-executivo da estatal Eletrobras, Wilson Ferreira Jr., foi convidado pelo governo de Jair Bolsonaro para continuar no comando da estatal e disse que aceitou a oferta.

Recomendação de ativos

Lopes Brasil (LPSB3): A equipe de análise do Bradesco BBI rebaixou a recomendação da Lopes Brasil para neutra, com preço-alvo de R$ 7.

Light (LIGT3): Os analistas do Itaú BBA ajustaram o preço-alvo da Light para R$ 20 em 2019. A recomendação market perform foi mantida.

Commodities

Petróleo Brent: O barril do petróleo Brent, com data de vencimento em março deste ano e negociado no mercado de futuros em Londres, abriu a sessão desta quinta-feira, 03, em queda. A commodity iniciou o dia cotado a US$ 54,26, variando 1,18% quando comparado ao fechamento da sessão anterior.

Minério de ferro: A sessão desta quinta-feira na bolsa de mercadorias de Dalian, na China, foi marcada pela valorização dos contratos futuros do minério de ferro. O ativo apresentou ganhos de 1,02%, encerrando o dia negociado a 497,00 iuanes para cada tonelada do produto.

Câmbio

Dólar: O dólar abriu em queda nesta quinta-feira (3), sendo negociado abaixo de R$ 3,80, com investidores reagindo bem às primeiras movimentações do governo de Jair Bolsonaro, com expectativa favorável sobre medidas que possam garantir o ajuste fiscal. Às 9h10, a moeda norte-americana caía 0,43%, a R$ 3,7923. Na véspera, o dólar fechou em queda de 1,69%, a R$ 3,8087 – o menor valor desde o fechamento de 22 de novembro. A última vez que a divisa fechou uma sessão abaixo de R$ 3,80 foi no dia 21 de novembro (R$ 3,799). (G1) 

Agenda econômica

CapturadeTela2019-01-03às09.36.44

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.