Bom dia, Investidor! 28 de janeiro de 2019

LinkedIn

Esse é o Bom Dia, Investidor! Com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Destaques corporativos

Vale (VALE3): A Justiça mineira determinou o terceiro bloqueio de valores da mineradora Vale, desde o rompimento das barragens da Mina Córrego do Feijão, no município de Brumadinho (MG), na tarde de sexta-feira (25). No total, até o momento, a empresa responsável pelo empreendimento terá que dispor de pelo menos R$ 11 bilhões para ressarcir danos e perdas de forma geral.

Vale: Após rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, a mineradora poderá perder o rating em escala global BBB- e em escala nacional brAAA pela S&P (Standard and Poor’s). A agência de classificação de risco informou que colocou os ratings da Vale, suas dívidas e suas subsidiárias na listagem “Creditwatch” (observação) com implicações negativas.

Vale: O conselho de administração da Vale, em reunião realizada no último domingo (27) deliberou a suspensão da Política de Remuneração aos acionistas e, consequentemente, o não pagamento de dividendos e juros sobre o capital próprio.

BRF (BRFS3): A BRF concluiu a venda para a Marfrig do imóvel e de equipamentos da unidade da BRF de Várzea Grande-MT.

Estácio (ESTC3): A Estácio assinou termo de compromisso de execução para implantar três novos cursos de Medicina ligados ao Programa Mais Médicos II, nas cidades de Castanhal (PA), Canindé (CE) e Quixadá (CE) com previsão de inauguração até o primeiro semestre de 2020.

Recomendação de ativos

Vale (VALE3): A equipe do Bank of America Merril Lynch optou por colocar o ADR da Vale em revisão. A decisão veio após o rompimento da barragem em Brumadinho, Minas Gerais.

Notícias

Boletim Focus: Os analistas das instituições financeiras baixaram a estimativa de inflação para este ano, e também passaram a prever uma alta menor do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019.

Os economistas do mercado financeiro diminuíram a expectativa de inflação de 4,01% para 4%. A meta central deste ano é de 4,25%, e o intervalo de tolerância do sistema de metas varia de 2,75% a 5,75%.

Para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, a previsão do mercado financeiro recuou de 2,53% para 2,50% na semana passada. Foi a segunda queda seguida do indicador.

Commodities

Minério de ferro: Os futuros do minério de ferro subiram para máxima em 16 meses nesta segunda-feira após a Agência Nacional de Mineração ordenar que a Vale, maior produtora global da commodity, suspenda as operações de sua mina Córrego do Feijão após o rompimento fatal de uma barragem.

O contrato do minério de ferro mais negociado na bolsa de Dalian chegou a subir 6%, para 567,5 iuanes por tonelada, maior nível desde setembro de 2017.

Agenda econômica

CapturadeTela2019-01-28às09.16.38

Deixe um comentário