Famílias viajam menos e fluxo de veículos cai em dezembro e fecha 2018 com baixa de 1,9%

LinkedIn

O índice ABCR de atividade nas estradas referente a dezembro de 2018 apresentou recuo de 2,1% no comparativo com novembro, conforme os dados dessazonalizados. Dessa forma, o índice total acumulou redução de 1,9% em 2018. O índice que mede o fluxo pedagiado de veículos nas estradas é calculado pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias juntamente com a Tendências Consultoria Integrada.

Em 2018, o desempenho do fluxo pedagiado de veículos foi prejudicado pelos choques negativos que afetaram a economia no ano, explica Thiago Xavier, analista da Tendências Consultoria. “O ambiente de indefinição política em relação ao pleito de outubro, a greve dos caminhoneiros e a conjuntura internacional menos favorável às economias emergentes foram fundamentais na elevação das incertezas do ambiente doméstico – contaminando as expectativas dos agentes, tanto no que se refere às intenções de investimentos e contratação das empresas, como também nos gastos das famílias”, afirma.

Ainda na comparação mensal dessazonalizada, o índice de fluxo pedagiado de veículos leves caiu 1,5% e o de pesados, 1,4%, comparados a novembro.

Dessa forma, no ano de 2018, houve contração do índice total de 1,9%, puxado pela queda de 2,7% de leves, a despeito da elevação de 0,4% dos veículos pesados, explica Xavier. “A redução do indicador também manifesta a lenta melhora do balanço financeiro familiar, em um quadro de limitadas oportunidades no mercado de trabalho, apesar do ambiente inflacionário benigno e da relativa melhora das condições de crédito às famílias”, afirma.

O post Famílias viajam menos e fluxo de veículos cai em dezembro e fecha 2018 com baixa de 1,9% apareceu primeiro em Arena do Pavini.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.