Brasil: balança comercial acumulou superávit de US$ 1,613 bilhões nas três primeiras semanas de Fevereiro

LinkedIn

Nas três primeiras semanas de fevereiro de 2019 (entre os dias 01 e 17), período que contou com onze dias úteis, a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 1,613 bilhões, resultado de exportações no valor de US$ 8,748 bilhões e importações de US$ 7,135 bilhões.

O saldo comercial na primeira semana do mês ficou positivo em US$ 458 milhões. Já na segunda semana, a balança comercial registrou um superávit de US$ 547 milhões. Na terceira semana, a balança comercial registrou um novo aumento no saldo: US$ 608 milhões.

No acumulado do ano, após 33 dias úteis, o país acumula um saldo comercial positivo de US$ 3,805 bilhões, fruto de exportações que totalizam US$ 27,327 bilhões e importações que somam US$ 23,522 bilhões.

Exportações nas três primeiras semanas de Fevereiro de 2019

Considerando apenas as exportações, comparadas as médias até a 3ª semana de fevereiro de 2019 (US$ 795,3 milhões) com a de fevereiro de 2018 (US$ 967,2 milhões), houve queda de 17,8%, em razão da diminuição nas vendas de produtos manufaturados (-29,9%, de US$ 439,9 milhões para US$ 308,4 milhões, por conta de plataforma para extração de petróleo, automóveis de passageiros, tratores, veículos de carga, açúcar refinado) e semimanufaturados (-18,0%, de US$ 125,3 milhões para US$ 102,8 milhões, por conta de celulose, açúcar de cana em bruto, óleo de soja em bruto, ferro fundido, alumínio em bruto, couros e peles, depilados). Por outro lado, aumentaram as vendas de produtos básicos (+1,2%, de US$ 379,4 milhões para US$ 384,1 milhões, por conta, principalmente, de soja em grão, milho em grãos, minério de ferro, algodão em bruto, carnes bovina e de frango, café em grãos).

Relativamente a janeiro de 2019, houve queda de 5,8%, em virtude da redução nas vendas de produtos semimanufaturados (-22,6%, de US$ 132,8 milhões para US$ 102,8 milhões) e manufaturados (-7,6%, de US$ 333,7 milhões para US$ 308,4 milhões). Os produtos básicos apresentaram aumento (+1,6%, de 377,9 milhões para US$ 384,1 milhões).

Importações nas três primeiras semanas de Fevereiro de 2019

Considerando as importações, a média diária até a 3ª semana de fevereiro de 2019, de US$ 648,6 milhões, ficou 19,0% abaixo da média de fevereiro/2018 (US$ 800,6 milhões). Nesse comparativo, reduziram os gastos, principalmente, com veículos automóveis e partes (-26,1%), combustíveis e lubrificantes (-16,4%), farmacêuticos (-14,1%), equipamentos eletroeletrônicos (-11,0%), equipamentos mecânicos (-8,6%). Ante janeiro/2019, houve queda de 12,9%, pela diminuição em aeronaves e peças (-35,1%), alumínio e suas obras (-17,5%), equipamentos eletroeletrônicos (-9,2%), veículos automóveis e partes (-4,6%), químicos orgânicos e inorgânicos (-3,1%).

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.