Vale acredita em prisão de alto executivo nesta semana, diz O Globo

LinkedIn

Investing.com – A diretoria da Vale (BOV:VALE3) acredita que essa semana a investigação conduzida pelo MP-MG após o estouro da barragem em Brumadinho possa pedir e conseguir a prisão de um alto executivo da empresa. A informação é do O Globo.

Segundo o jornal, o comando da Vale acha que o pedido de prisão poderá ser feito para o diretor-executivo de Ferrosos, Peter Poppinga, que já está envolvido diretamente na investigação. Há a possibilidade de que o pedido seja ainda mais amplo e abranja toda a diretoria.

Os procuradores realizaram busca e apreensão na Vale e tentam comprovar que a diretoria tinha informações necessárias para impedir que a barragem se rompesse.

Na semana passada, a Justiça determinou a prisão de oito funcionários da Vale após a argumentação do MP de que eles tinham pleno conhecimento da situação de instabilidade da barragem 1 da mina Córrego do Feijão e poderiam ter determinado a evacuação da região. A decisão foi dos juiz Rodrigo Heleno Chaves da 2ª Vara Cível, Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Brumadinho. Quatro pedidos de prisão, contudo, foram negados.

Logo após o estouro da barragem, foram presos três funcionários da mineradora e dois engenheiros da TÜV SÜD, que atestou a estabilidade da barragem.

O rompimento da barragem ocorreu em 25 de janeiro e tem mais de 160 mortes confirmadas e quase 150 desaparecidos.

No primeiro pregão após o incidente, a Vale afundou 24,5% no pior pregão de sua história. As perdas acumuladas até o fechamento de ontem somam 19,4% após leve recuperação nas semanas seguintes.

Deixe um comentário