Ver para crer: S&P reafirma ratings do Brasil em BB- e mantém perspectiva estável

LinkedIn

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P) não embarcou na onda de otimista com o Brasil que tomou conta dos mercados neste início de ano, nem se comoveu com as promessas de aprovação de reforma da Previdência. A S&P reafirmou as notas de crédito do Brasil em BB- e manteve a perspectiva para o rating do país estável, tanto em moeda local quanto estrangeira, e indica que vai esperar o resultado das reformas para mexer na nota de crédito do país.

Segundo a agência, Jair Bolsonaro assumiu a Presidência do país em janeiro após um processo eleitoral marcado pelo voto profundamente desencantado com a classe política. A nova administração confronta o desafio de manter o capital político e forjar alianças no Congresso para aprovar peças controversas de legislação para corrigir o déficit fiscal estrutural e um endividamento crescente, bem como impulsionar o crescimento do país. Por isso, a agência manteve o rating BB- de longo prazo e B de curto prazo.

A perspectiva para o rating permanece estável, refletindo “nossa expectativa de um gradual fortalecimento da estrutura fiscal a medida que Bolsonaro avance lentamente em suas políticas para reduzir o grande déficit fiscal e impulsionar um crescimento econômico mais sólido”.  A agência espera uma moderada aceleração da economia com a melhora da confiança dos investidores após um período de esperar para ver das eleições, apoiada por alguma melhora fiscal e uma retomada do crédito.

A S&P diz que poderá elevar os ratings brasileiros nos próximos dois anos se as dimensões e profundidade dos avanços das políticas sugerirem uma retomada mais rápida nas trajetórias do déficit fiscal e crescimento do que o esperado.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.