Após subir 32% em 2019, Oi pode virar alvo de concorrentes

LinkedIn

O mercado de telecomunicações brasileiro está prestes a sofrer sua maior transformação em uma década – com a possível revisão do marco regulatório da indústrias, atualmente no Senado.

A Oi (BOV:OIBR4), que atualmente está saindo de uma recuperação judicial, pode ser pretendida por rivais, de acordo com analistas de bancos como o Bradesco BBI e o BTG Pactual.

O analista Fred Mendes, responsável pela elaboração do relatório do Bradesco BBI, optou por elevar o preço-alvo dos papéis da empresa de telecomunicações, fixando em R$ 2,20. A recomendação é de compra.

A revisão das estimativas veio após a Câmara de Comércio Internacional decidir em favor da empresa em um processo contra outros acionistas da Unitel.

De acordo com um comunicado enviado ao mercado, a Câmara “entendeu que os outros acionistas da Unitel violaram diversas previsões do acordo de acionistas” ao negarem a nomeação pela Oi, através da PT Ventures, de administradores na Unitel, e por terem suspendido de forma que o tribunal considerou injustificada os direitos da Oi na Unitel. Também considerou que houve transações dos acionistas em benefício próprio e não prestaram as informações devidas à Oi.”

Do valor total de US$ 667 milhões inclui indenizações pela redução do valor de participação da Oi e não pagamento de dividendos.

Embora essa injeção de recursos seja muito positiva, a aprovação da reforma da lei de telecomunicações (PLC 79) seria um evento mais transformacional, aponta Mendes.

Por volta das 16h52, o papel da OIBR4 reagia a noticia e subia 5,39% a R$ 1,76. No ano, a ação acumula valorização de 32,54%.

Comentários

  1. Luiz Carlos Ferreira diz:

    muito interessante a matéria sobre a OI, uma empresa em plena recuperação econômica, com mudança de metas através da atual governança. Aposto na volta por cima. Em tempo menor estipulado na recuperação judicial.

  2. Gerson Arruda Vigabriel diz:

    Estou feliz pela Oi, estou esperando resolução das minhas ações ,que estão na justiça há mais ou menos 15 anos , tenho esperança de ainda em vida receber aquilo que me pertence,,

  3. Enedivaldo diz:

    A oi ela tem que melhorar muito sobre cobranças absurdas dos clientes

  4. Adriano Barcellos Pereira diz:

    Tô esperando pagarem a ação de danos morais que ganhei na justiça . Dando calote qualquer empresa cresce

  5. Maciel ananias silva diz:

    e verdade eu tambem estou apostando nela vamos que vamos quero ver ela pagar bons dividenos

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.