Bom dia, Investidor! 08 de março de 2019

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor! Com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Destaques corporativos

Eletrobras (ELET6): O ministro de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque, disse em evento nos Estados Unidos nesta quinta-feira (7) que a estatal Eletrobras “não será privatizada” no governo Bolsonaro, mas “será capitalizada, em modelo semelhante ao que ocorreu no ano passado com a Embraer, por exemplo”.

CSN (CSNA3): A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) admitiu nesta quinta-feira que contratou o Citi para coordenar a venda antecipada de minério de ferro da companhia, como parte das iniciativas para reduzir seu endividamento.

B3 (B3SA3): A B3 informou nesta quinta-feira, 7, após o fechamento dos mercados, que concluiu a aquisição da participação de 75% na BLK Sistemas Financeiros, empresa de tecnologia especializada no desenvolvimento de telas e algoritmos de negociação para corretoras e investidores institucionais. Com a aquisição, a B3 reforça a estratégia de expandir seu portfólio de produtos e assim estreitar o relacionamento e oferecer soluções mais completas para seus clientes.

Recomendação de ativos

Multiplan (MULT3): A equipe do Goldman Sachs retomou a cobertura da Multiplan com recomendação de venda e preço-alvo de R$ 24.

Iguatemi (IGTA3): O Goldman Sachs também reiniciou a cobertura da Iguatemi com recomendação neutra e preço-alvo de R$ 44.

Burger King (BKBR3): O Itaú BBA elevou o preço-alvo do Burger King Brasil de R$ 23 para R$ 27, com recomendação outperform.

Notícias

Gasolina: O preço médio da gasolina praticado pela Petrobras em suas refinarias subiu 2,50% nesta sexta-feira (8), para o maior patamar desde o início de novembro, conforme divulgou a empresa.

O litro do combustível fóssil passou a ser comercializado a R$ 1,7287 por litro, ante R$ 1,6865 que vigorava até então e o maior valor desde o R$ 1,7293 observado em 6 de novembro.

Economia japonesa: O Produto Interno Bruto do Japão cresceu 1,9% entre outubro e dezembro em termos anualizados, mais do que a estimativa inicial de expansão de 1,4% e previsão de 1,%, de acordo com dados do Escritório do Gabinete.

O resultado seguiu-se a uma contração anualizada de 2,4% no terceiro trimestre, que foi a maior queda em mais de quatro anos.

Os dados se traduzem em crescimento de 0,5% na comparação trimestral em termos ajudados aos preços. A leitura preliminar havia sido de 0,3%, e a estimativa de economistas era de alta de 0,4%.

Commodities

Minério de ferro: A jornada desta sexta-feira na bolsa de mercadorias da cidade de Dalian, na China, foi marcada pela desvalorização dos contratos futuros do minério de ferro. O ativo  registrou queda de 0,65%, encerrando assim a 613,00 iuanes por tonelada.

Petróleo Brent: O barril do petróleo Brent, com data de vencimento em abril deste ano e negociado no mercado de futuros em Londres, abriu a sessão desta sexta-feira, 08, em baixa. A commodity iniciou o dia cotado a US$ 65,73, variando 0,86% quando comparado ao fechamento da sessão anterior.

Câmbio

Dólar: O dólar abriu em alta nesta sexta-feira, após se aproximar de R$ 3,90 na véspera e fecha na maior cotação do ano.

Às 9h07, a moeda norte-americana caía 0,36%, vendida a R$ 3,8703.

Na véspera, o dólar fechou em alta de 1,30%, a R$ 3,8842, no maior patamar fechamento desde 27 de dezembro do ano passado (R$ 3,8955). (G1)

Agenda econômica

CapturadeTela2019-03-08às09.20.17

Deixe um comentário