Bom dia, Investidor! 11 de março de 2019

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor! Com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Destaques corporativos

Azul (AZUL4): A Azul informou nesta segunda-feira, 11, que assinou uma proposta não-vinculante no valor de US$ 105 milhões para a aquisição de certos ativos da Avianca Brasil, através de uma Unidade Produtiva Isolada (UPI) de acordo com a Lei de Falências e Recuperação Judicial. A UPI incluirá ativos selecionados pela Azul, como o certificado de operador aéreo da Avianca Brasil, 70 pares de slots e aproximadamente 30 aeronaves Airbus A320.

Taurus (FJTA4): A Taurus Armas (FJTA4) informou em fato relevante nesta segunda, 11, que na última sexta, 8, foi firmado o acordo final para pôr fim à ação judicial proposta nos EUA, contra a Taurus e sua controlada nos Estados Unidos, Braztech International L.C.

Petrobras (PETR4): A agência de classificação de risco Fitch elevou sua nota de crédito stand-alone (risco intrínseco) da Petrobras em dois níveis, passando de “BB-” para “BB+” e manteve o nível de risco (rating) da dívida corporativa da companhia em “BB-”, com perspectiva estável.

Braskem (BRKM5): Por meio de comunicado enviado ao mercado na última sexta-feira, 8, a Braskem informou que devido ao atraso na entrega de documentações legais, a empresa pode ser expulsa da NYSE (New York Stock Exchange).

Usiminas (USIM5): A Usiminas comunicou ao mercado nesta segunda-feira (11) que no dia 8 de março de 2019 tomou conhecimento de decisão do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) sobre a cassação da liminar sobre Luís Carlos de Miranda se eleger no cargo representante dos empregados no Conselho de Administração.

Recomendação de ativos

AES Tietê (TIET11): A equipe de análise do Credit Suisse elevou o preço-alvo da AES Tietê de R$ 10,50 para R$ 12,12. A recomendação neutra foi mantida.

Notícias

Boletim Focus: Os analistas das instituições financeiras elevaram a estimativa de inflação para este ano e também passaram a prever uma alta menor do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019.

Para 2019, os economistas do mercado financeiro subiram a expectativa de inflação de 3,85% para 3,87%. Para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, a previsão do mercado financeiro recuou de 2,30% para 2,28% na semana passada. Foi a segunda queda seguida do indicador.

Commodities

Petróleo Brent: O barril do petróleo Brent, com data de vencimento em abril deste ano e negociado no mercado de futuros em Londres, abriu a sessão desta segunda-feira, 11, em alta. A commodity iniciou o dia cotada a US$ 66,06, variando 0,48% quando comparado ao fechamento da sessão anterior.

Câmbio

Dólar: O dólar abriu em queda nesta segunda-feira (11), com a tramitação da reforma da Previdência no foco, em semana que deve ter a instalação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na Câmara.

Às 9h48, a moeda norte-americana era negociada em queda de 0,60%, a R$ 3,8460 na venda.

Na sexta-feira, o dólar fechou em queda de 0,48%, R$ 3,8505, mas acumulou alta de 2,38% na semana. Em 2019, no entanto, acumula leve queda de 0,13%.

Deixe um comentário