Déficit comercial dos EUA com a China registra valor recorde

LinkedIn

O déficit comercial de bens dos Estados Unidos (EUA) com a China registrou recorde em 2018, apesar dos esforços do presidente Donald Trump para reduzi-lo.

O Departamento de Comércio americano informou, na quarta-feira 6), que o déficit comercial no ano passado foi de US$ 878,7 bilhões, o valor mais alto já registrado. Isso representa aumento de 10,4% em relação ao ano anterior.

O forte consumo gerado por grandes reduções de impostos foi responsável pelo aumento.

O déficit comercial dos EUA com a China foi de US$ 419,1 bilhões, um aumento de 11,6% em comparação ao ano anterior e o maior valor já registrado.

O governo Trump impôs altas tarifas sobre importações de produtos chineses, em um processo gradual que começou em março do ano passado. Entretanto, as importações continuaram a crescer, enquanto as exportações diminuíram, afetadas pelas medidas retaliatórias da China.

Trump tem pressionado os chineses para que eliminem todas as tarifas sobre produtos agropecuários norte-americanos.

*Com informações da NHK (emissora pública de televisão do Japão) 

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.