Ibovespa encerra o dia abaixo dos 94 mil pontos

LinkedIn

O principal indicador da bolsa paulista, a B3, fechou em forte queda nesta sexta-feira (22). Durante o dia, o índice caiu abaixo dos 94 mil pontos, com os investidores de olho no cenário político após a prisão do ex-presidente Michel Temer e nas incertezas sobre a tramitação da reforma da Previdência.

O Ibovespa recuou 3,10%, aos 93.735 pontos. É o menor patamar de fechamento desde 11 de janeiro (93.658 pontos).

Entre as principais quedas, Itaú e Bradesco recuavam mais de 3%. Banco do Brasil caía quase 5%. Petrobras caía mais de 4%, e Vale, cerca de 2%. Na outra ponta, apenas Suzano tinha alta, com ganho de quase 2%.

Na véspera, o índice terminou o dia com queda de 1,34%, aos 96.729 pontos, na 3ª queda diária seguida. Na semana, a bolsa recuou 5,45%. No entanto, acumula alta de 6,65% em 2019.

Na segunda-feira (18), o bovespa alcançou pela primeira vez a marca de 100.000 pontos. No acumulado na semana até o pregão da véspera, no entanto, a bolsa tem queda de 2,43%. No mês, a alta é de 1,2%. No ano, a valorização é de 10,06%.

Deixe um comentário