Lucro da CCR (CCRO3) retraiu 64,32% em 2018

LinkedIn

A companhia CCR anunciou um lucro líquido de R$ 636.18 milhões em 2018, valor 64,32% inferior ao lucro líquido apurado no ano anterior (R$ 1.78 bilhões). Já a receita líquida da companhia diminuiu 8,00% de um ano para o outro, passando de R$ 10.56 bilhões em 2017 para R$ 9.72 bilhões em 2018.

Os ativos totais da empresa CCR totalizaram R$ 30.82 bilhões em 31 de dezembro de 2018, soma 0,67% maior que o saldo de R$ 30.61 bilhões registrado no encerramento de 2017. Por sua vez, o patrimônio líquido da companhia apresentou retração de 0,70%, ao compararmos todos os valores contábeis que os seus sócios possuíam no último dia de 2018 (R$ 8.43 bilhões) com o último dia de 2017 (R$ 8.49 bilhões).

Todos estes dados referem-se à consolidação do resultado financeiro da companhia CCR (BOV:CCRO3) com o resultado financeiro de todas as suas companhias subsidiárias (empresas controladas, de maneira direta ou indireta, pela companhia) relacionadas ao ano de 2018.

Resultado da CCR no o 4º trimestre de 2018

A companhia CCR anunciou um prejuízo líquido de R$ 425.46 milhões no 4º trimestre de 2018, resultado bem inferior ao lucro líquido apurado no mesmo período do ano anterior (R$ 320.81 milhões). Já a receita líquida da companhia diminuiu 24,06% de um ano para o outro, passando de R$ 3.39 bilhões no 4º trimestre de 2017 para R$ 2.58 bilhões no 4º trimestre de 2018.

Acesse o balanço financeiro completo desta companhia, clicando aqui. Não deixe de conferir também seus indicadores fundamentalistas, clicando aqui.

Conheça a CCR

CCR atua na concessão de rodovias, estradas urbanas, pontes e túneis. Atua também na execução de serviços de infraestrutura para metrô e de operações ambientais de inspeção de veículos.  As concessões rodoviárias consistem da exploração de estradas através da cobrança de pedágio. Em contrapartida, a empresa também é responsável pela reparação, expansão, conservação, manutenção e operação dessas estradas. A CCR opera uma rede de concessão de estradas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná, e essas estradas são operadas  pelas concessionárias Ponte, NovaDutra, ViaLagos, RodoNorte, AutoBAn, ViaOeste e Renovias.

Usuários ADVFN acompanham, gratuitamente e em tempo real, a cotação de todas as ações negociadas na BM&FBOVESPA através das ferramentas Monitor, Cotação e Gráfico.

Deixe um comentário