Petrobras acelera alta para 2,1% nos últimos minutos de pregão

LinkedIn

Impulsionada por rumores de indenização superiores a US$ 15 bilhões na cessão onerosa, a Petrobras (BOV:PETR4) se destacou nos últimos minutos do pregão desta terça-feira, 19.

Por volta das 16h52, o papel operava com valorização de 2% a R$ 29,28.

No início da tarde desta terça, o jornal O Globo informou que o governo pretende pagar em torno de US$ 9 bilhões para a Petrobras no reajuste do contrato da cessão onerosa.

De acordo com fontes entrevistadas pelo veículo, o acordo entre a União e a empresa está perto de ser fechado. Ainda segundo O Globo, o número final renegociado da cessão onerosa deve ficar próximo a esse valor, segundo fontes que acompanham as negociações, ouvidas pelo jornal.

O acordo de cessão onerosa foi fechado pela Petrobras com a União em 2010. Os termos do acordo permitiram à estatal explorar 5 bilhões de barris de petróleo em campos do pré-sal na Bacia de Santos (SP), sem licitação. Em troca, a empresa pagou R$ 74,8 bilhões.

No entanto, nos anos seguintes, a cotação do barril de petróleo sofreu forte queda, por tensões geopolíticas e incertezas relacionadas à economia. Por esse motivo, a petroleira brasileira alega que parou ao governo muito elevado em 2010, e argumenta ter direito a ser ressarcida. O leilão do excedente de petróleo do pré-sal, na área conhecida como cessão onerosa, está programado pelo governo para ocorrer em 28 de outubro.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.