Petrobras terá mulheres nas diretorias de Finanças e de Refino e Gás

LinkedIn

A Petrobras (BOV:PETR4) terá mulheres no comando de  duas de suas principais diretorias. O Conselho de Administração da companhia aprovou nesta quarta-feira (20) aprovou o nome de Anelise Quintão Lara para o cargo de diretora executiva de Refino e Gás Natural.

No último dia 18, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, indicou a atual gerente executiva de Tesouraria Global da Vale, Andrea Marques de Almeida, para o cargo de diretora financeira da estatal.

As duas diretorias são responsáveis por 93,2% dos investimentos totais previstos de US$ 84,1 bilhões no período de 2019 a 2023, somando um total de US$ 78,4 bilhões. Esse valor  pode ser ainda maior, considerando que outros US$ 5 bilhões estão previstos em investimentos  na área de Energia.

O Conselho de Administração aprovou também  a recondução de Roberto Castello Branco e dos demais diretores executivos da companhia para um mandato de dois anos, com exceção  do diretor financeiro e de Relacionamento com Investidores, Rafael Grisolia, que fica no cargo até a posse de sua sucessora.

Anelise ocupava o cargo de gerente executiva de Aquisições e Desinvestimentos. Com sua ida para a diretoria de Refino, espera-se uma aceleração do processo de venda de parte das refinarias da Petrobras. O presidente Castello Branco tem dito que espera vender pelo menos uma das 11 refinarias da estatal ainda neste ano, para iniciar o processo de redução do monopólio da companhia no refino, que chega a 98%.

Anelise Lara é graduada em engenharia química pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com mestrado em engenharia de petróleo pela Universidade Federal de Ouro Preto e doutorado em Ciências da Terra pela Universidade Pierre e Marie Curie, na França. Tem MBA em gestão executiva pelo Ibmec e em gestão empresarial avançada pela Coppead. A executiva trabalha na  companhia há mais de 30 anos, tendo  ocupado diversas funções gerenciais nas áreas de pesquisa, engenharia de reservatórios e desenvolvimento de projetos do pré-sal.

Com informações do jornal O Globo 

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.