Prejuízo da Tecnisa (TCSA3) diminuiu 46,71% em 2018

LinkedIn

A companhia Tecnisa anunciou um prejuízo líquido de R$ 283.29 milhões em 2018, valor 46,71% menor que o prejuízo líquido de R$ 531.59 milhões apurado no ano anterior. Já a receita líquida da companhia diminuiu 42,88% de um ano para o outro, passando de R$ 307.99 milhões em 2017 para R$ 175.93 milhões em 2018.

Os ativos totais da empresa Tecnisa totalizaram R$ 1.94 bilhões em 31 de dezembro de 2018, soma 16,50% menor que o saldo de R$ 2.32 bilhões registrado no encerramento de 2017. Por sua vez, o patrimônio líquido da companhia apresentou retração de 26,57%, ao compararmos todos os valores contábeis que os seus sócios possuíam no último dia de 2018 (R$ 782.51 milhões) com o último dia de 2017 (R$ 1.07 bilhões).

Todos estes dados referem-se à consolidação do resultado financeiro da companhia Tecnisa (BOV:TCSA3) com o resultado financeiro de todas as suas companhias subsidiárias (empresas controladas, de maneira direta ou indireta, pela companhia) relacionadas ao ano de 2018.

Resultado da Tecnisa no 4º trimestre de 2018

A companhia Tecnisa anunciou um prejuízo líquido de R$ 66.19 milhões no 4º trimestre de 2018, valor 62,96% menor que o prejuízo líquido de R$ 178.73 milhões apurado no mesmo período do ano anterior. Já a receita líquida da companhia aumentou 21,41% de um ano para o outro, passando de R$ 70.3 milhões no 4º trimestre de 2017 para R$ 85.35 milhões no 4º trimestre de 2018.

Acesse o balanço financeiro completo desta companhia, clicando aqui. Não deixe de conferir também seus indicadores fundamentalistas, clicando aqui.

Conheça a Tecnisa

Tecnisa é uma das maiores empresas do mercado imobiliário brasileiro. Ao longo de 40 anos, vem atuando em todas as áreas do setor: construção, incorporação e compra e venda de imóveis. Possui lançamentos e empreendimentos em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Manaus, São José de Campos, Salvador, Santos e São Paulo.

Usuários ADVFN acompanham, gratuitamente e em tempo real, a cotação de todas as ações negociadas na BM&FBOVESPA através das ferramentas Monitor, Cotação e Gráfico.

Deixe um comentário