Sucessão na Randon: Daniel Randon assumirá a presidência

LinkedIn

Em reunião do conselho de administração da Randon (BOV:RAPT4) realizada nesta terça, 19, os conselheiros aprovaram o início do processo de transição da presidência da diretoria, com a indicação de Daniel Raul Randon, atual diretor-vice presidente, como sucessor do diretor-presidente, David Abramo Randon.

A transição deverá ser efetivada no dia 8 de maio de 2019, quando ocorrerá a primeira reunião do conselho de administração após a assembleia geral ordinária de 2019.

Na mesma AGO, David Randon será indicado para compor o Conselho de Administração.

Daniel Randon é engenheiro mecânico, graduado pela Universidade de Caxias do Sul, cursou MBA em gestão e finanças na Universidade de Chicago e iniciou nas Empresas Randon há mais de 20 anos. No ano de 2001, passou a atuar como gerente da unidade de São Paulo, em 2006, passou a integrar a diretoria da controlada Fras-le, onde exerceu o cargo de diretor-presidente, de 2010 até 2014.

Durante sua passagem pela Fras-le, Daniel liderou sua expansão nos mercados internacionais, com instalação de fábricas nos Estados Unidos e na China, colocando a empresa entre os maiores players globais no setor de autopeças. Desde abril de 2014, é membro do conselho de administração da Fras-le e ocupa o cargo executivo de diretor-vicepresidente da companhia.

“Com sua experiência e aprendizado dos últimos anos, Daniel dará sua contribuição aos projetos transformadores da Companhia, com visão estratégica e de futuro, focada em inovação e na expansão para os próximos anos”, afirmou a Randon em fato relevante.

Resultados

Na manhã desta quarta-feira, 20, a Randon divulgou os seus resultados referentes ao quarto trimestre e ao ano de 2018. No 4T18, a companhia registrou lucro líquido de R$ 35,4 milhões, contra R$ 3,6 milhões obtidos no mesmo período do ano anterior.

Em 2018, o lucro líquido consolidado atingiu R$ 151,7 milhões, contra lucro de R$ 46,7 milhões, no mesmo período de 2017.

A receita, na mesma base de comparação, cresceu 42%, encerrando o período em R$ 1,2 bilhão. Segundo a companhia, o aumento foi influenciado pelo aumento das vendas de semirreboques e materiais de fricção. Juntos, esses produtos representam cerca de 70% do faturamento da Randon.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi de R$ 124,6 milhões no último trimestre de 2018, o que representa alta de 59% na comparação com o mesmo período de 2017. A margem Ebitda avançou 1,1 ponto percentual, para 10,3%.

Deixe um comentário