As 15 ações mais indicadas pelas corretoras em abril

LinkedIn

Março mostrou que a aprovação da reforma da Previdência não vai ser um passeio, como já alertavam vários gestores e analistas. A falta de tato político do presidente Jair Bolsonaro e sua tendência a falar sobre tudo e arrumar problemas desnecessários quase botaram a reforma para escanteio, o que só não aconteceu porque boa parte dos parlamentares compreende a necessidade de ajustar as contas da Previdência e do governo para evitar uma nova recessão.

E os mercados refletiram essas idas e vindas e o aprendizado de Bolsonaro na arte de governar. O Índice Bovespa chegou aos 100 mil pontos com o início da tramitação da reforma, mas perdeu fôlego e quase voltou para os 90 mil, fechando o mês praticamente estável, com queda de 0,18%.

Ninguém espera que o presidente mude seu temperamento agora, por isso a expectativa é de novas fases turbulentas em meio à negociação com os deputados para aprovar a reforma. Tudo isso temperado pelo cenário externo, com os desdobramentos da negociação entre EUA e China com relação à guerra comercial, a saída atabalhoada do Reino Unido da União Europeia e o desaquecimento da economia chinesa, que deve puxar o desaquecimento global.

Apesar dessa instabilidade de curto prazo, o cenário segue positivo para a renda variável, com a provável aprovação de alguma reforma da Previdência, mesmo que menos abrangente que a proposta, que economizaria R$ 1 trilhão em 10 anos. Fala-se em R$ 700 bilhões a R$ 600 bilhões de economia, o que já seria mais que os R$ 400 bilhões da proposta de Michel Temer.

Nesse caso, momentos de queda mais acentuada das ações seriam oportunidades de compra, avalia o Banco Votorantim.

Até lá, porém, as corretoras fazem suas indicações buscando ao mesmo tempo olhar esse cenário positivo de longo prazo sem sofrer demais no curto. Para a Socopa Corretora, a bolsa brasileira passa por uma reprecificação de múltiplos, com o Índice Bovespa podendo passar a negociar com múltiplo Preço em relação ao Lucro (P/L) mais próximo de 13,5 vezes, patamar observado em países onde a percepção de risco é semelhante ao caso brasileiro.

Private do BB recomenda ações

Diante da perspectiva favorável para a economia brasileira e do cenário externo benigno para os mercados emergentes, a equipe de estrategistas do private bank do Banco do Brasil manteve o posicionamento “Over” na classe de renda variável. A gestora de fortunas do BB tem recomendação neutra para renda fixa pré, em inflação, multimercados e investimmentos no exterior e recomenda aumentar a faria em ações. “Assim, apesar de esperarmos que a volatilidade permaneça no curto prazo, nossa convicção continua favorável para Renda Variável, entendendo que a manutenção da liquidez mundial e a retomada do crescimento, mesmo que modesta, continuam a ser vetores para alavancar as empresas, o que poderá refletir positivamente nos preços das ações.”

Das 17 corretoras acompanhadas pelo Portal do Pavini, há quase uma unanimidade, a Petrobras, com 14 indicações. Há também uma preferência pelos bancos, com três papéis entre os 15 mais indicados, com pelo menos quatro indicações. Isso sem contar a bolsa B3 e o instituto de resseguros, IRB. Vale volta à lista das mais indicadas, depois do ganho de 10% no mês passado, ao lado de Usiminas, do lado das commodities. E Suzano aparece como proteção para se as coisas não andarem bem e o dólar subir, o que beneficiaria a exportadora de celulose.

Confira abaixo as principais indicações de abril.

As preferidas das corretoras Abril
Abril Código Indicações
Petrobras PN PETR4 14
Banco do Brasil ON BBAS3 8
Itaú Unibanco PN ITUB4 6
Rumo ON RAIL3 6
Pão de Açúcar PN PCAR4 5
Localiza ON RENT3 5
Suzano Papel ON SUZB3 5
B3 ON B3SA3 4
Bradesco PN BBDC4 4
Braskem PNA BRKM5 4
Cosan ON CSAN3 4
Gerdau PN GGBR4 4
IRB Brasil ON IRBR3 4
Usiminas PNA USIM5 4
Vale ON VALE3 4

O mês foi difícil para as corretoras, e muitas terminaram março com perdas nas recomendações, enquanto outras conseguiram superar a queda de 0,18% do Ibovespa.

Indicações de abril
Corretora Empresa Código Rent. Mar.
BB Invest Alupar Unit ALUP11 -1,50%
CSN ON CSNA3
RaiaDrogasil RADL3
Itaú Unibanco PN ITUB4
Klabin Unit KLBN11
Lojas Renner ON LREN3
Suzano ON SUZB3
Pão de Açúcar PN PCAR4
Petrobras PN PETR4
Taesa Unit TAEE11
Ativa Investimentos Equatorial Energ. EQTL3 -1,40%
Petrobras PN PETR4
Klabin Unit KLBN11
Itau Unibanco ITUB4
Santander Unit SANB11
Natura ON NATU3
B2W ON BTOW3
BR Malls ON BRML3
Vale ON VALE3
Usiminas PNA USIM5
Santander Itaú Unibanco ITUB4 -2,86%
Braskem PNA BRKM5
Banco do Brasil BBAS3
Ultrapar ON UGPA3
CVC Brasil CVCB3
Azul PN AZUL4
Localiza ON RENT3
ETF S&P 500 BOVA11
Guide Investimentos B3 B3SA3 -1,50%
Banco do Brasil BBAS3
Gerdau PN GGBR4
Localiza ON RENT3
Engie ON EGIE3
IRB Brasil ON IRBR3
Cyrela ON CYRE3
Pão de Açúcar PN PCAR4
Rumo ON RAIL3
Petrobras PN PETR4
Terra Investimentos Petrobras PN PETR4 -2,81%
BRF ON BRFS3
Braskem PNA BRKM5
Banco do Brasil ON BBAS3
Gerdau PN GGBR4
Qualicorp ON QUAL3
Via Varejo ON VVAR3
Coinvalores Magazine Luíza MGLU3 -0,20%
CCR CCRO3
Suzano ON SUZB3
Banco do Brasil BBAS3
Trisul ON TRIS3
Cosan ON CSAN3
Iguatemi ON IGTA3
B3 B3SA3
Itaú Unibanco PN ITUB4
Petrobras PN PETR4
Gerdau PN GGBR4
Rumo Logística RAIL3
SulAmerica Unit SULA11
Vale ON VALE3
Natura ON NATU3
Bradesco/Ágora Banco do Brasil BBAS3 -1,00%
Cemig PN CMIG4
Sanepar Unit SAPR11
Pão de Açúcar PN PCAR4
Petrobras PN PETR4
Rumo ON RAIL3
Burger King ON BKBR3
Usiminas PNA USIM5
Lojas Renner LREN3
Suzano Papel ON SUZB3
Itaú Corretora Unidas LCAM3
BR Distribuidora BRDT3
Copasa ON CSMG3
Minerva ON BEEF3
Petrobras PN PETR4
XP Invest B2W ON BTOW3 1,70%
Banco do Brasil BBAS3
Bradesco PN BBDC4
Petrobras PN PETR4
AES Tietê Unit TIET11
Azul ON AZUL4
Localiza ON RENT3
JBS ON JBSS3
Pão de Açúcar PN PCAR4
Vale ON VALE3
Socopa Corretora Hypera HYPE3 0,04%
Ambev ON ABEV3
Usiminas PNA USIM5
Fleury ON FLRY3
BRF ON BRFS3
BTG Pactual Bradesco PN BBDC4 4,98%
Cosan ON CSAN3
Petrobras PN PETR4
Rumo Logística RAIL3
Ambev ON ABEV3
Lojas Renner LREN3
Suzano ON SUZB3
IRB Brasil ON IRBR3
Localiza ON RENT3
Oi ON OIBR3
Mirae Asset Cosan ON CSAN3 -2%
B3 ON B3SA3
Banco do Brasil BBAS3
Iochpe-Maxion MYPK3
Randon Part RAPT4
CCR CCRO3
Petrobras PN PETR4
Rumo ON RAIL3
Sanepar Unit SAPR11
Usiminas PNA USIM5
Necton Investimentos Petrobras PN PETR4 -4,70%
Itausa PN ITSA4
Braskem PNA BRKM5
BB Seguridade ON BBSE3
Cosan ON CSAN3
BR Distrib. ON BRDT3
Iochpe-Maxion MYPK3
ETF Small Cap SMAL11
Camil ON CAML3
Oi ON OIBR3
Toro Invest Azul PN AZUL4 3,34%
BTG Pactual Unit BPAC11
IRB Brasil ON IRBR3
Lojas Americanas LAME4
Petrobras PN PETR4
Planner Corretora Braskem PNA BRKM5 0,98%
AES Tietê Unit TIET11
Camil ON CAML3
Gerdau PN GGBR4
Fleury ON FLRY3
Lojas Americanas LAME4
Suzano Papel ON SUZB3
Tupy ON TUPY3
Telefônica BR VIVT4
Itaú Unibanco PN ITUB4
Genial Investimentos São Martinho ON SMTO3 -2,60%
JSL JSLG3
Petrobras PN PETR4
Bradesco PN BBDC4
Copasa ON CSMG3
BR Malls ON BRML3
Kroton ON KROT3
Duratex ON DTEX3
Cemig PN CMIG4
Movida ON MOVI3
Safra Corretora Itaú Unibanco PN ITUB4 0,2%
Bradesco PN BBDC4
IRB IRBR3
Pão de Açúcar PN PCAR4
Localiza ON RENT3
Lojas Americanas LAME4
Petrobras PN PETR4
Bradespar PN BRAP4
Randon Part RAPT4
B3 B3SA3
Klabin Unit KLBN11
Kroton ON KROT3
Banco do Brasil ON BBAS3
Vale ON VALE3
CSN ON CSNA3
Rumo ON RAIL3

Fonte: corretoras. O levantamento não considera eventuais pesos dados pelos analistas em suas carteiras. A rentabilidade é informada pelas instituições.

Deixe um comentário