B3 opera em alta após aprovar emissão de R$ 1,2 bilhão em debêntures

LinkedIn

A ação da B3 (BOV:B3SA3) operava ente os destaques positivos na parte da tarde do pregão desta terça-feira. Por volta da 14h, o papel operava com valorização de 2,32% a R$ 32,69.

Em fato relevante publicado na noite de segunda-feira (22), a B3 anunciou que o seu Conselho de Administração aprovou a realização da segunda emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no valor total de R$ 1,2 bilhão. O prazo do título é de 30 anos, com primeira repactuação programada para 3 de maio de 2022.

Serão emitidas 120 mil debêntures, sob o valor nominal unitário de R$ 10 mil na data da emissão.

O pagamento do título será semestral, nos meses de maio e novembro, com juros remuneratórios em até 103% do CDI, a ser definido em Procedimento de Bookbuilding. Somente investidores profissionais, de acordo com significado previsto na Instrução 539 da CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

Os recursos líquidos levantados pela emissão de dívida serão integralmente utilizados para a gestão dos negócios da B3.

A atual emissão está alinhada à revisão de projeções de alavancagem financeira e distribuição de proventos da empresa em 2019, seguindo as diretrizes do Fato Relevante de 21 de fevereiro de 2019.

As diretrizes da revisão são o alvo do nível de endividamento de 1,5x Dívida Total / Ebitda recorrente dos últimos 12 meses (contra 1x Dívida Bruta / Ebtida recorrente, anteriormente) e alvo de distribuição de 120% a 150% do lucro líquido societário aos acionistas (contra 70% e 80% anteriormente).

Deixe um comentário