Confira as recomendações da Mirae Asset para abril

LinkedIn

A Mirae Asset divulgou nesta segunda-feira (1º) as atualizações de suas carteiras recomendadas para abril, sem realizar atualização em seu portfólio principal.

Para este mês a corretora volta as atenções ao fluxo de divulgação de indicadores econômicos, que serão importantes para alimentar as expectativas sobre o comportamento da economia mundial em relação a perca de tração que temos observado nos últimos meses.

As negociações entre EUA e China devem continuar ao longo do período, mas como os temas envolvidos são extremamente estratégicos para os dois lados tendem a demorar a ter um resultado final.

Assim, a cada novo indicador econômico vindo da China, Europa ou EUA, abaixo do esperado tende a aumentar a preocupação dos investidores sobre o tema. Em relação ao FED, com a sinalização de que não haverá novos aumentos de juros neste ano, as atenções ficaram com o comportamento da curva dos juros dos títulos de 10 anos.

Aqui no Brasil, após um período de desencontros entre membros do governo e da Câmara, temos o ministro Paulo Guedes assumindo uma postura de pacificação e aproximação entre o executivo e legislativo, que deve garantir o andamento dos estudos da proposta da Reforma da Previdência e se isto ocorrer de forma rápida e não traumática, poderemos ter sinais de evolução do mercado acionário local e normalização do cambial e curva de juros de curto prazo.

Carteira Meta

A Carteira Meta de abril é composta pelos ativos da B3, Banco do Brasil, CCR, Cosan, Iochpe-Maxion, Petrobras, Randon, Rumo, Sanepar e Usiminas. 

Carteira Dividendos

Para abril, as escolhas da Mirae foram nos ativos da AES Tietê, Banrisul, CCR, Engie Brasil, Itaúsa, Porto Seguro, Sanepar, Taesa, Transmissão Paulista e Usiminas.

Carteira Small Caps

A Careira Small Caps de abril é composta pelos ativos do Banrisul, Ecorodovias, Estácio Participações, Fleury, Gerdau Metalúrgica, Indústrias Romi, Iochpe-Maxion, Sanepar, SulAmérica e Transmissão Paulista.  

Deixe um comentário