Produção industrial brasileira nos últimos doze meses subiu em oito das quinze regiões pesquisadas pelo IBGE em Fevereiro de 2019

LinkedIn

A taxa anualizada, indicador acumulado nos últimos doze meses, ao crescer 0,5% em fevereiro de 2019, repetiu o resultado registrado no mês anterior e permaneceu com a trajetória predominantemente descendente iniciada em julho de 2018 (3,3%).

Em termos regionais, oito dos quinze locais pesquisados mostraram taxas positivas em fevereiro de 2019 e oito apontaram maior dinamismo frente aos índices de janeiro último. Paraná (de 2,5% para 3,4%), Pará (de 8,2% para 9,1%), Rio Grande do Sul (de 5,4% para 5,9%), Ceará (de -0,1% para 0,4%), Minas Gerais (de -1,7% para -1,3%) e Goiás (de -4,5% para -4,0%) assinalaram os maiores ganhos de ritmo entre janeiro e fevereiro de 2019, enquanto Amazonas (de 1,2% para 0,7%), Espírito Santo (de -0,2% para -0,6%), Rio de Janeiro (de 1,5% para 1,2%) e Pernambuco (de 4,0% para 3,7%) registraram as principais reduções entre os dois períodos.

Pesquisa Industrial Mensal

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), através da Pesquisa Industrial Mensal (PIM), produz indicadores de curto prazo relativos ao setor industrial brasileiro. Essa pesquisa avalia o comportamento da produção real mensal nas indústrias extrativa e de transformação do país. Clique aqui e confira mais detalhes sobre a produção industrial brasileira durante o mês de fevereiro de 2019.

Deixe um comentário