Suzano e Klabin lideram perdas do Ibov com Credit Suisse cortando recomendação

LinkedIn

Investing.com – Liderando as perdas do Ibovespa nesta quinta-feira, as ações da Klabin (KLBN11) cedem 2,47% a R$ 19,96, enquanto as da Suzano (SUZB3) têm desvalorização de 2,30% a R$ 45,84. O mercado reage negativamente à notícia de rebaixamento da nota de classificação dos ativos das companhias do setor de papel e celulose.

Em relatório enviado a clientes, os analistas do Credit Suisse avaliam que a forte concorrência no mercado internacional de celulose levou a redução o otimismo com o setor no curto prazo.

O documento, que é assinado por Caio Ribeiro e Rafael Cunha, destaca que, na China, as compras de papel tiveram queda de 6% no ano passado, com as margens apresentando um recuo de 40%. Para eles, isso é consequência de uma demanda fraca e aumento dos estoques de celulose.

Na visão da equipe do banco suíço, são fatores que indicam que a perspectiva dos preços da celulose no longo prazo deve ser incerta. Isso, para os analistas, faz com que os papéis sejam menos atrativos na América Latina. Assim, o entendimento que é um momento de esperar para identificar um novo nível de estabilidade para o mercado.

A recomendação de Suzano, que era de compra, agora é neutra, com o preço-alvo sendo reduzido de R$ 62 para R$ 53.

Deixe um comentário