Tenda divulga prévia dos resultados operacionais do 1T19

LinkedIn

A Tenda (BOV:TEND3), uma das principais construtoras e incorporadoras do país com foco no segmento de empreendimentos residenciais populares enquadrados nas faixas 1,5 e 2 do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), divulgou nesta quinta, 11, após o pregão a prévia dos resultados operacionais (lançamentos, vendas brutas, distratos, vendas líquidas, unidades repassadas, unidades entregues, obras em andamento e banco de terrenos) do primeiro trimestre de 2019.

A companhia ressaltou que os resultados operacionais são preliminares, ainda sujeitos à revisão da auditoria.

Lançamentos

No 1T19, a Tenda lançou 10 empreendimentos, totalizando R$ 385,6 milhões em VGV (Valor Geral de Vendas  – é o valor total a ser potencialmente obtido pela venda de todas as unidades de determinado empreendimento imobiliário ao preço de lançamento).

Essa quantia representa crescimento de 44,8% com relação ao 1T18 devido ao aumento do número de empreendimentos e do tamanho médio dos empreendimentos lançados.

“O VGV lançado foi 27,3% menor do que no 4T18, reflexo do período de adaptação da companhia a novos processos de contratação dos empreendimentos – cabe ressaltar que um dos pilares do modelo de negócios é efetivar o lançamento dos empreendimentos apenas quando estes estiverem integralmente contratados junto à instituição financeira”, explicou a Tenda.

“As mudanças já foram assimiladas e devem ser normalizadas ao longo do ano”, afirmou.  5 dos 10 empreendimentos foram lançados nas regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro, representando 61% do VGV lançado no trimestre.

Vendas brutas

As vendas brutas totalizaram R$ 443 milhões no 1T19, redução de 6% na comparação anual devido, principalmente, à queda do preço médio por unidade vendida.

Na comparação com o 4T18, a redução de 12,2% no VGV de vendas brutas é explicada por um menor número de unidades vendidas e também pela queda do preço médio por unidade.

A velocidade sobre a oferta (VSO Bruta) foi de 29,9% no 1T19, 1,5 p.p. abaixo do 4T18 e 2,5 p.p. abaixo do 1T18 devido à menor participação da Companhia na faixa 1,5 do programa Minha Casa, Minha Vida.

Vendas líquidas

As vendas líquidas totalizaram R$ 406,9 milhões no 1T19, sendo positivamente impactadas pelo baixo percentual de distratos sobre vendas brutas, que atingiu 8,1% no trimestre, abaixo dos patamares de 2018 (entre 8,9% e 10,0%).

A velocidade sobre a oferta (VSO Líquida) foi de 27,5% no 1T19, 1,1 p.p. abaixo do 4T18 e 1,6 p.p. abaixo do 1T18, devido à menor participação da Companhia na faixa 1,5 do programa Minha Casa, Minha Vida.

Unidades repassadas, entregues e obras em andamento

O VGV repassado totalizou R$ 344,7 milhões no 1T19, mesmo patamar do trimestre anterior (-0,6%), mas 16,6% abaixo do 1T18.

“Nos primeiros meses do ano, os repasses foram impactados por atrasos na disponibilização dos recursos para execução do MCMV e mudanças nos sistemas de concessão de crédito dos bancos para refletir as novas regras de financiamento e subsídio aprovadas no final de 2018. O fluxo de repasses voltou ao normal em março”.

No 1T19, foram entregues 1.536 unidades, 9,4% acima do total entregue no 1T18. Ao final do trimestre, 46 obras estão em andamento.

Guidance para 2019:

Margem Bruta Ajustada

Em 2019, a Tenda estima que a Margem Bruta Ajustada, entendida como o resultado da razão entre o resultado bruto do exercício (consolidado e deduzido dos encargos financeiros presentes na nota explicativa 12 das demonstrações financeiras) e a receita líquida consolidada do exercício, oscilará entre 34,0% e 36,0%.

Vendas Líquidas

Para 2019, a companhia estima que as Vendas Líquidas, definidas como o resultado da subtração entre as vendas brutas do exercício (em R$ milhões) e os distratos realizados do exercício (em R$ milhões), ajustados todos os valores à participação societária da Tenda, oscilarão entre R$ 1.950,0 milhões e R$ 2.150,0 milhões.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.