AT&T é a primeira grande operadora de telefonia móvel dos EUA a aceitar bitcoin e outras criptomoedas

LinkedIn

A gigante americana de telecomunicações AT&T é a primeira grande operadora de telefonia móvel dos EUA a aceitar bitcoin e outras criptomoedas para pagamentos de contas telefônicas online.

De acordo com a companhia, a forma de pagamento pode ser feita através da BitPay, uma das maiores plataformas de processamento com criptomoedas, disse a empresa nesta quinta-feira (23).

No entanto, a opção não está sendo estendida a outros serviços da companhia, como a compra de smartphones ou outros dispositivos.

Até o momento, o BitPay também não aparece nas vitrines da AT&T como parceiro. Contudo, em um comunicado aos clientes, a empresa anunciou novo meio de pagamento como mais uma opção.

Kevin McDorman, vice-presidente da AT&T, disse que a empresa está sempre procurando novas formas de melhorar e expandir os serviços aos clientes.

“Temos clientes que usam criptomoedas e estamos felizes por poder oferecer a eles uma maneira de pagar suas contas com o método que preferirem”, comentou no comunicado.

Um porta-voz da empresa também discorreu sobre o assunto e elogiou o BitPay por seus serviços de processamentos com criptomoedas, disse a Coindesk.

Ele acrescentou:

“Nossos clientes também estão lá no Bitpay e estamos sempre procurando maneiras diferentes de atendê-los melhor”.

Como pagar com Bitcoin

Para realizar pagamentos de contas online com a nova modalidade, os clientes AT&T poderão selecionar o BitPay como opção assim que fizerem o login no site.

Outra opção, é baixar o aplicativo da empresa, myAT&T, e fazer o mesmo procedimento para pagamentos de contas.

BitPay processou R$ 4 bilhões

A BitPay atingiu a atingiu a casa de US$ 1 bilhão no ano passado, cerca de R$ 4 bilhões em processamento de pagamentos com criptomoedas. Esta foi a segunda vez que a empresa atingiu a marca desde sua criação em 2011.

Apesar do foco desde o início ter sido processar pagamentos com bitcoin, o BitPay também dá suporte a outros criptoativos, como Bitcoin Cash, Paxos e algumas stablecoins.

Segundo um comunicado no início do ano, o acontecimento deu-se pelo crescimento na adesão de novos clientes ao serviço.

Dentre eles, escritórios de advocacia, profissionais de Data Center e de Tecnologia da Informação (TI) que se comprometeram em aceitar seus pagamentos em criptomoedas.

“O Bitcoin circula em todo o mundo e ainda estamos extremamente otimistas em relação a ele e à criptoeconomia”, disse, na ocasião, o chefe de produtos da BitPay, Sean Rolland.

Por Wagner Riggs

Veja o Ranking das principais criptomoedas

Deixe um comentário