Banco Central da Rússia vai considerar usar criptomoeda lastreada em ouro

LinkedIn

Cada vez mais a adoção das criptomoedas cresce entre os usuários institucionais. O mais novo exemplo disso é a notícia de que o      está considerando o uso de criptomoedas com lastro em ouro para facilitar transações internacionais.

Segundo a agência de notícias russa, TASS, a governadora do Bank of Russia, Elvira Nabiullina, disse nesta quinta-feira que a instituição está revisando uma proposta para o desenvolvimento de uma criptomoeda.

Nabiullina disse na Câmara da Rússia (também chamada de Duma):

“Quanto às liquidações mútuas, vamos considerar, é claro, [a] proposta sobre… uma criptomoeda apoiada pelo ouro. Mas, na minha opinião, é mais importante desenvolver liquidações em moedas nacionais”, disse ela no Duma.

Ela acrescentou que os sistemas de liquidação de moeda fiduciária dentro da União Econômica Eurasiática estão melhorando e têm “boa dinâmica”.

A notícia talvez seja surpreendente, já que o governo da Rússia tem sido notoriamente anti-criptomoeda nos últimos anos, proibindo exchanges extrangeiras de entrar no país em 2017 e até bloqueando os sites de mídia que cobriram o tema em 2015. Um ministro disse uma vez que a Rússia nunca tornaria as criptomoedas legais.

No entanto, a nação suavizou sua postura um pouco nos últimos anos, com medidas para legislar o criptomercado desde o final de 2017. Uma lei sobre ativos digitais pode ser aprovada ainda nesta sessão atual da Duma, indica a TASS .

De acordo com o relatório de hoje, Nabiullina disse que, embora possa ponderar o uso da criptomoeda apoiada pelo ouro, o banco central é contra o uso da criptomoeda no sistema monetário da Rússia.

“Não vemos a possibilidade de que criptomoedas possam funcionar como substitutos monetários. Definitivamente não nesta parte.”, disse ela.

Por Matheus Henrique

Veja o Ranking das principais criptomoedas

Deixe um comentário