Bradespar vê prejuízo avançar por Brumadinho; ações em alta seguindo Vale

LinkedIn

Investing.com – A Bradespar (BOV:BRAP4) holding que possui participação na Vale encerrou o primeiro trimestre com prejuízo de R$ 355,1 milhões, o pior resultado para o período em cinco anos e total 25% do que no mesmo período do ano passado.

O resultado foi impactado pelas provisões feitas pela mineradora depois do acidente em Brumadinho. Diante desse cenário, e com o desempeno positivo da mineradora na sessão, as ações operam com alta de 0,61% a R$ 29,88

Entre janeiro e março, a receita operacional no período foi de R$ 324,7 milhões, que tem como origem o resultado da equivalência patrimonial, dividendos e juros sobre capital próprio da Vale.

Levando em consideração os dados financeiros, o resultado líquido foi um saldo positivo de R$ 6,1 milhões. No mesmo período de 2018, esse número foi de perda de R$ 265 mil. Entre os fatores que influenciaram o desempenho, estão a receita de aplicações financeiras e a redução do endividamento.

Os números da companhia tiveram aprovação com ressalva por parte da auditoria externa, que entendeu que as demonstrações financeiras, assim como ocorreu na Vale, é possível que aconteça um ajuste significativo dos custos e provisões com o rompimento da barragem de Brumadinho.

Deixe um comentário