Centauro e Magazine Luiza têm dia volátil na Bolsa com disputa por Netshoes

LinkedIn

As ações do Magazine Luiza (BOV:MGLU3) abriram em queda de até 2,2% nesta quinta-feira (23) e as da Centauro (BOV:CNTO3) disparavam até 5,3% com a notícia da nova oferta de compra da Netshoes pela empresa do Grupo SBF. Minutos após a abertura, porém, a Centauro amenizou para alta de 0,6%, enquanto Magazine Luiza caía 1,73% às 10h41. Às 11h40, ambas as ações estabilizaram.

Listada em Nova York, a Netshoes dispara 36% após a divulgação da proposta.

O dono da rede de lojas Centauro apresentou nesta quinta-feira (23) uma proposta concorrente de compra da varejista de artigos esportivos Netshoes que oferece prêmio de 40% (US$ 35 milhões) sobre o acordo fechado com o Magazine Luiza no mês passado.

Para analistas da XP Investimentos, a notícia traz dificuldades adicionais a intenção da Magazine Luiza de comprar a Netshoes como parte de sua estratégia de aumento de sortimento. No dia em que fechou o acordo de compra, o Magalu disparou 7,14% na Bolsa, e analistas comemoraram o baixo valor da transação.

Segundo pessoas que conhecem a fundo os números da Netshoes, a empresa precisa de uma injeção de recursos da ordem de R$ 150 milhões em poucos meses para continuar operando. A varejista disse que não comentará esse número ou a nova proposta de aquisição.

Qual é a proposta

Em fato relevante, a Centauro oferece US$ 2,80 por ação da Netshoes, o que totaliza US$ 87 milhões. O acordo fechado com o Magazine Luiza é de US$ 60 milhões e ainda deve passar pela aprovação dos acionistas.

A oferta foi realizada antes da reunião de acionistas do Magazine para aprovar o negócio, mas no mesmo dia que o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou a compra da Netshoes pelo Magazine Luiza. Se a Netshoes aceitar a proposta da Centauro, a operação terá de passar novamente pela avaliação do órgão.

De acordo com a Centauro, há espaço para essa contraproposta no contrato fechado entre Magalu e Netshoes antes da reunião de acionistas com pagamento de multa de US$ 1,8 milhão pela adquirida. Os US$ 35 milhões que “sobram” na nova proposta são mais que suficientes para arcar com essa cláusula.

As informações são do site InfoMoney 

Deixe um comentário