Com prejuízo de US$ 42,5 milhões, Embraer tem queda de mais de 3%

LinkedIn

A Embraer (BOV:EMBR3) registrou um prejuízo líquido atribuído aos acionistas de R$ 160,8 milhões no primeiro trimestre, alta de 23% na comparação anual, segundo informou a fabricante brasileira de aeronaves nesta quarta-feira (15).

Já o prejuízo líquido ajustado (excluindo-se impostos diferidos e itens especiais) foi de R$ 229,9 milhões nos 3 primeiros meses do ano, ante uma perda de R$ 208,9 milhões no 1º trimestre de 2018.

O resultado operacional foi negativo em R$ 53,7 milhões, influenciado pela queda no volume de entregas comerciais no período, que foi parcialmente compensada por uma melhora na rentabilidade no segmento de defesa e segurança e serviços. No primeiro trimestre de 2018, o prejuízo operacional foi menor, de R$ 27,7 milhões, destaca o Valor Online.

A Embraer informou que entregou no 1º trimestre 11 aeronaves comerciais e 11 executivas, número abaixo das 25 entregues no mesmo período do ano passado. Apesar da queda no número total de entregas, a receita líquida da companhia permaneceu estável e ficou em R$ 3,12 bilhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da Embraer recuou 32%, na base anual, para R$ 120,3 milhões.

A dívida líquida subiu para R$ R$ 4,3 bilhões no final do 1º trimestre, ante R$ 1,7 bilhão ao final de 2018.

A carteira de pedidos firmes da Embraer atingiu US$ 16 bilhões no final de março. A empresa manteve a previsão de entregar no ano de 85 a 95 jatos comerciais e de 90 a 110 jatos executivos. A companhia encerrou o primeiro trimestre com carteira de pedidos firmes a entregar (“backlog”) de US$ 16 bilhões. Um ano antes, a carteira era de US$ 19,5 bilhões.

Reação do Mercado

O BTG Pactual destaca que a companhia reafirmou suas perspectivas para este ano tanto para entregas quanto para rentabilidade. Com isso, apesar do fraco desempenho no primeiro trimestre, não mudam a tese de investimentos, uma vez que a operação conjunta com a Boeing deve ditar o desempenho do papel.

O banco destaca que o acordo tem progredido de acordo com os planos, apenas na espera da aprovação antitruste.

Com isso, as ações da Embraer iniciam a jornada desta quarta-feira com queda de 3,22% a R$ 18,32.

Deixe um comentário