Confira as principais indicações dos analistas para a semana

LinkedIn

taú Unibanco (ITUB4) e CEMIG (CMIG4) aparecem em mais de um portfólio sugerido para a semana.

O mercado deve responder a mais uma semana fortemente influencia pelas negociações envolvendo a guerra comercial entre China e Estados Unidos. E a tensão trazida pelo cenário externo ainda foi ampliada por novos riscos geopolíticos no Oriente Médio.

Por aqui, a letargia que ganhou esta etapa da Reforma da Previdência só agravou o cenário repetidamente de revisões para baixo das expectativas de crescimento para a economia brasileira neste ano.

Além disso, praticamente chegaram ao fim a divulgação dos resultados do primeiro trimestre das companhias abertas. A maioria não trouxe surpresas, muito menos positivas. Nesse sentido, entre os destaques ficaram especialmente para as empresas que dependem do mercado interno.

Na carteira semanal da Guide Investimentos, composta por cinco ações, a reposta ao risco externo ficou bem clara. A corretora optou por retirar os ativos da Gerdau (GGBR4) e incluir Sanepar (SAPR11), como estratégia de proteção. Segundo o analista que assina o relatório, Victor Candido, a troca é pontual.

Objetivo foi reduzir a exposição a um eventual arrefecimento do risco de comercial (EUA-China), mantendo o portfólio com um viés mais defensivo. Ainda assim, esperamos uma recuperação mais acelerada da Gerdau no segundo semestre. Sustentamos nosso view ainda construtivo para a siderúrgica.

O portfólio sugerido da Guide para esta semana ainda tem Braskem (BRKM5), CEMIG (CMIG4), Eztec (EZTC3) e IRB Brasil RE (IRBR3), todas já recomendadas na semana anterior, cujas justificativas a corretora detalha no relatório.

CEMIG (CMIG4) também é uma das sugestões da Mirae Asset. Os analistas Fernando Bresciani e Pedro Galdi ressaltam os resultados superiores obtidos no primeiro trimestre e que Ebitda e o lucro ficaram acima da expectativa, devido à melhora de resultado e de estratégias adotadas pela companhia.

A Carteira Semanal da Mirae ainda é composta por Banrisul (BRSR6), Cosan (CSAN3), Fleury (FLRY3), Marfrig (MRFG3), Pão de Açúcar (PCAR4), Petrobras (PETR4), Sul América (SULA11), Vale (VALE3) e Weg (WEGE3). Para todos, os analistas fazem uma análise e preço-alvo.

A Necton e a Nova Futura trazem 5 recomendações baseadas em uma análise técnica. A Necton aposta em Tupy (TUPY3), Hypera Pharma (HPEY3), Senior Solution (SQIA3), Banco Inter (BIDI4) e Sabesp (SBSP3). Para todos aponta um preço-alvo.

A Nova Futura traz uma carteira totalmente diferente da Necton e do portfólio que sugeriu na semana passada. Ela é composta por Ambev (ABVE3), B2W (BTOW3), Embraer (EMBR3), Itaú Unibanco (ITUB4) e Weg (WEGE3).

A Terra Investimentos manteve suas sugestões inalteradas em relação à semana anterior. A carteira, que traz uma análise e preço-alvo para os papeis, inclui Itaú Unibanco (ITUB4), Kroton (KROT3), Klabin (KLBN11), BRMalls (BRML3) e Ultrapar (UGPA3).

No relatório, assinado pelo analista Régis Chinchila, as justificativas para a inclusão e manutenção do Itaú Unibanco (ITUB4) semana a semana vão desde um viés técnico – o movimento de baixo do ativo -, até fundamentos e drive.

Entre esses estão:

→ Perspectiva de melhora nas condições de crédito e medidas de cadastro positivo;

→ Presença nacional e atuação diversificada;

→ Integração em novas áreas do varejo para pessoas físicas;

→ Melhora expressiva nos resultados do segmento de seguros de auto e residências;

→ Expressiva distribuição de proventos no período;

→ Capacidade de alavancagem elevada diante dos índices de liquidez superiores aos exigidos pela autoridade monetária;

→ Liderança no segmento de cartões de crédito no Brasil;

→ Melhora nos indicadores de inadimplência.

Deixe um comentário