Embraer reporta prejuízo líquido de R$ 160,8 milhões no primeiro trimestre

LinkedIn

A fabricante de aeronaves Embraer (BOV:EMBR3) divulgou hoje pela manhã os seus resultados do primeiro trimestre, que havia sido postergada por conta do fechamento da operação entre a Boeing e a Embraer, que foi aprovada pelos acionistas da empresa brasileira em assembleia geral extraordinária no 26 de fevereiro. Os resultados diz a empresa consideram os efeitos da separação da unidade de aviação comercial como operação descontinuada.

De janeiro a março, a Embraer apresentou prejuízo líquido de R$ 160,8 milhões, enquanto as perdas ajustadas (excluindo-se impostos diferidos e itens especiais) foram de R$ 229,9 milhões. No mesmo período do ano passado, o prejuízo líquido ajustado foi R$ 208,9 milhões.

O Ebit (resultado operacional) ficou negativo em R$ 53,7 milhões e o Ebitda (resultado operacional acrescido da depreciação e amortização) somou R$ 120,3 milhões. No mesmo intervalo de 2018, o Ebit havia sido negativo em R$ 27,7 milhões e o Ebitda somado R$ 177,1 milhões.

No primeiro trimestre, a Embraer entregou 11 aeronaves comerciais e 11 executivas (oito jatos leves e três grandes), ante 14 aeronaves comerciais e 11 executivas (oito jatos leves e três jatos grandes) no mesmo período de 2018. A carteira de pedidos firmes atingiu US$ 16,0 bilhões ao final do período – há um ano essa carteira somava US$ 19,5 bilhões.

A receita líquida somou R$ 3,111 bilhões de janeiro a março, praticamente estável ante os R$ 3,121 bilhões do mesmo intervalo de 2018.

Com Infomoney

Deixe um comentário