Mercado mantém projeções e vê PIB crescendo 1,23% este ano

LinkedIn

O mercado manteve suas projeções na última semana, conforme mostra levantamento feito pelo Banco Central (BC) e divulgado no relatório Focus. A mediana das projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano passou de 1,24% para 1,23%, seguindo em 2,50% em 2020. Foi a 13ª redução seguida da projeção para o PIB deste ano.

A projeção era de 2,5% em março e veio caindo, acompanhando a decepção com o novo governo de Jair Bolsonaro e suas dificuldades em articular uma base de apoio no Congresso que garanta a aprovação da reforma da Previdência, principal ponto do ajuste fiscal necessário para o país retomar a confiança dos investidores.

Na quinta-feira, o IBGE divulga o PIB do primeiro trimestre e a projeção de vários bancos é que a atividade tenha caído. Se essa projeção se confirmar, as estimativas para o ano podem ser revistas.

IPCA e IGP-M

Em relação à inflação, a mediana das expectativas para o IPCA, usado como referência pelo BC em suas metas, continuou em 4,07% e 4,00% para este e o próximo ano, respectivamente. A meta para este ano é de 4,25%. Já a projeção para o IGP-M neste ano subiu de 5,88% para 5,91%, o que pode preocupar pois o índice tem forte peso (60%) dos preços no atacado, que pressionam os do varejo. Para o IGP-M deste mês, que sai na quinta-feira, a projeção é de alta de 0,50% (na semana anterior, a estimativa era de 0,44%).

As expectativas para a taxa de juros básica Selic permaneceram em 6,50% para o final de 2019, mesmo nível de hoje, e em 7,25% para o fim de 2020. Já a medianas das projeções para a taxa de câmbio no fim deste ano e do próximo continuaram em R$ 3,80.

Deixe um comentário