Importância do Hedge com derivativos em seus investimentos.

LinkedIn

A operação de hedge consiste na transação compensatória que visa proteger investimentos financeiros contra riscos de oscilação de preço no mercado de ações, câmbio e commodities.

Achou que falei grego agora?

Pois bem, teoricamente pode parecer um pouco complexo, mas na prática esse tipo de operação é muito mais fácil de entender do que você imagina.

Mas Luis, “hedge” não parece com o nome daqueles norte-americanos que nem sabem onde fica o Brasil? 

Pode até lembrar, mas na verdade a palavra “hedge” tem origem inglesa e quer dizer cobertura.

hedge existe desde o século XIX, quando os produtores agrícolas tinham necessidade de fixar os preços futuros das commodities.

Hoje as operações de hedge envolvendo derivativos e ações, são muito utilizadas em nosso mercado aqui no Brasil e vou abordar sobre essas operações em nosso tema de hoje.

Em outro artigo que publicamos recentemente, falei das duas formas de operar os derivativos:

Falei de operações especulativas e de investimento.

A questão aqui é a seguinte:  porque eu, investidor pessoa física ou instituição, montaria uma operação de hedge em meus investimentos?

Por que você deve montar uma operação de Hedge?

A resposta para esta dúvida acima é muito simples.

Para quem investe em renda variável, principalmente na compra, sabe que os maiores desastres que “derretem” os preços das ações, que causam pânico em maior parte dos investidores, são eventos inesperados que levam poucos dias do seu começo até a destruição parcial dos preços das ações.

Esses problemas surgem numa bela tarde de terça-feira, num lindo dia ensolarado, perto das 14h, quando muita gente está voltando do almoço.

Ou seja, você não espera que esses problemas apareçam diante de você,

As principais crises nos preços e eventuais catástrofes nos preços das ações e dos ativos de renda variável em geral, vão acontecer quando você menos esperar.

E sabe o que é pior?  Esses momentos de pânico vão sempre acontecer e vão se repetir por toda existência humana.

O que fazer em cenários de crise?

O que fazer diante disso? Investir em renda fixa? Investir em imóveis?

No passado, os investimentos em imóveis, sempre foram considerados os investimentos mais rentáveis e seguros, hoje já não é mais tão rentável, e a qualidade “seguro” também fica em cheque, dependendo da conjuntura econômica do país que você deseja investir nesse seguimento.

Qual seria a outra alternativa, renda fixa?

Bem, no Brasil as taxas de renda fixa estão cada vez mais baixas e não há expectativa de melhoria nesse sentido.

Podemos investir em renda fixa de outros países?

Sim com certeza, mas dos países de primeiro mundo que temos interesse em investir, nenhum deles pagam taxas boas para investimentos em renda fixa.

Por esse motivo, chegamos ao início do principal ponto do nosso artigo.

Para se ganhar mais, é necessário arriscar mais.

Uma alternativa melhor

E uma das alternativas é o mercado de renda variável, mercado de ações, câmbio e  mercado futuro de commodities.

Porém a realização desse tipo de investimento não é tão fácil assim.

Pode até ser fácil abrir a conta em uma corretora ou banco, mas a análise e a seleção de investimentos, alinhada com uma disciplina exigida para aguentar o sobe e desce dos preços, é algo bem complicado.

Para analisar só um “papel”,  ou poucas empresas do mercado, não tem segredo, basta estudar bastante e se identificar com análise gráfica ou análise fundamentalista.

Para aprender a ter disciplina, alguns bons meses de treino, podem te proporcionar essa evolução.

Mas para te proteger contra oscilações de curto prazo do mercado de ações, uma das poucas saídas, são as operações de hedge utilizando os derivativos.

Alguém mais usa essa estratégia?

Fundos de investimento, os famosos Hedge Funds, só trabalham com essas estratégias.

Tesouraria de banco e assets também.

E porque você investidor pessoa física, não poderia fazer parte desse grupo tão seleto que consegue investir em ações, tirar bons rendimentos em um mercado bem direcional e se proteger em um mercado completamente em pânico e em desespero?

Na verdade você e toda massa de investidores possui esse tipo de operação disponível para seu patrimônio, seja por meio de um fundo de investimento multimercado macro ou investindo diretamente em ações, fazendo um hedge com derivativos com a ajuda do seu assessor.

Preciso ser um expert para fazer Hedge?

No passado, os conteúdos educacionais e até mesmo profissionais especializados na área de hedge podiam ser encontrados, em sua maioria, somente fora do Brasil.

Hoje as coisas mudaram, já temos profissionais e livros de autores nacionais, sendo amplamente reconhecidos em todo mundo.

A acessibilidade para investidores pessoas físicas também mudou: se tornou muito mais simples e automatizado.

As corretoras e os escritórios de assessoria de investimentos conseguem apresentar para você a melhor estratégia para os investimentos que você já possui em carteira ou para novos investimentos em renda variável que você deseja realizar.

Não é necessário que você saiba o que é PUT, CALL, Delta, Theta e etc.

Apesar de considerar importante.

Mas hoje em dia, a única coisa que o investidor precisa saber é no que ele está comprado, o viés da operação, onde está a zona de lucro e prejuízo.

Só isso!

É importante entender o mínimo do mercado de opções ou do mercado de renda variável, para saber o motivo de tal operação ter dado lucro e a razão de tal estratégia ter proporcionado um pequeno prejuízo.

Qual é o objetivo de fazer operações de hedge?

Os hedge para carteira de ações utilizando opções, em sua maioria das vezes, é realizado com o objetivo de proteção de carteira, sem abrir mão dos altos rendimentos possíveis de adquirir na compra das ações.

E para os mais entendidos sobre o mercado, o hedge com opções e ações, consegue proteger e proporcionar lucros na operação de “queda” com ações e opções.

É claro que isso precisa estar definido, já antes da montagem da operação.

Existem inúmeras maneiras de operar e investir nesse mercado hoje em dia.

E isso sem custo adicional algum.

Basta buscar um profissional que entenda desse mercado, um analista que indique esse tipo de operação ou um fundo de investimentos que possua essas estratégias em suas carteiras.

Quer saber mais sobre essa forma muito tranquila, segura e rentável de trabalhar com o mercado de renda variável, entre em contato comigo e com a minha equipe.

Deixe um comentário