Na espera de oferta de ações do governo, IRB tem o 3º mês negativo desde o IPO

LinkedIn

Investing.com – Em meio a expectativa do mercado para uma oferta de ações de seus sócios, as ações do IRB Brasil (BOV:IRBR3) operam em queda em junho, sendo o terceiro mês de perdas para o ativo, desde que abriu seu capital na bolsa paulista há quase dois anos.

Somente em junho, considerando o fechamento de segunda-feira, os papéis perderam 5,38%. Antes disso, as ações só tinham fechado no vermelho em dezembro de 2017, quando perdeu 0,85%, e em junho do ano passado, perdas acumuladas de 1,12%. Ou seja, todo os outros 21 meses desde de seu IPO forma positivos para o ressegurador.

Desde o IPO, as ações acumulam ganhos de 262,85%.

O mercado segue atento às vendas de ações do IRB que devem acontecer ainda neste ano. O governo e o Banco do Brasil, juntos, devem zerar suas participações na companhia, em uma operação que deve movimentar mais de R$ 8 bilhões.

De acordo com a edição desta terça-feira da Coluna do Broad, do Estadão, a União vai pegar carona no mesmo sindicado de bancos contratado pela BB Seguridade, que é composto por UBS, Citi e Bank of America Merril Lynch, além dos bancos de investimentos dos sócios.

No entanto, para que a operação seja concretizada, é necessário que algumas condições sejam atingidas, como o alinhamento dos sócios sobre a oferta. O ponto principal deve ficar sobre o acordo em relação ao preço da ação.

A coluna informa ainda que outra preocupação está na questão regulatória do setor, uma vez que não é permitido que resseguradas tenham controle pulverizado.

Deixe um comentário