Omega Geração conclui aquisição da CEA por R$ 1,917 bilhão

LinkedIn

A Omega Geração (BOV:OMGE3) divulgou fato relevante comunicando que concluiu a aquisição de 100% da Centrais Eólicas Assuruá (CEA), detentora dos projetos CEA I e CEA II, no interior da Bahia, do FIP IEER.

O valor final da Transação foi de R$ 1,917 bilhão, sendo R$ 1,010 bilhão em assunção de endividamento líquido, R$ 548 milhões pagos em dinheiro, R$ 30 milhões a serem pagos em dinheiro ao longo de segundo semestre de 2019 e R$ 329 milhões a serem pagos em ações ou dinheiro, em até 3 anos, a critério da Omega.

Os valores mencionados poderão sofrer ajustes em função de variação de capital de giro dos ativos entre a data do balanço de fechamento e a data de fechamento e correção monetária das parcelas diferidas.

Os projetos CEA I e CEA II têm capacidade instalada de 303 MW e são formados por 13 centrais eólicas vencedoras dos Leilões de Energia de Reserva (LER) de 2013 e 2014, com início da operação comercial (COD) em abril de 2016 e fevereiro de 2018, respectivamente.

Além disso, o FIP IEER possui na mesma região uma área vasta com potencial de desenvolvimento de ativos de geração eólica e solar superior a 2,0 GW, projetos sobre os quais a Omega Geração passa a ter o direito de primeira oferta na aquisição após entrada em operação dos ativos.

Após esta Transação e as incorporações de Delta 7 e Delta 8, esperadas para o 4T19, a capacidade instalada da companhia passará a ser de 1.144,9 MW.

Na semana passada, a Omega concluiu oferta de debêntures simples, não conversíveis em ações, em quatro séries da primeira emissão da companhia, no valor total de R$ 810 milhões.

Deixe um comentário