Biotoscana dispara 14% com possível aquisição pelo EMS

LinkedIn

Investing.com – As ações do laboratório biofarmacêutico uruguaio Biotoscana (BOV:GBIO33operam com forte alta de 14,11% a R$ 10,43 na tarde desta quarta-feira na bolsa paulista. O desempenho é uma reação a notícia de que o laboratório brasileiro EMS estaria interessado na aquisição da companhia.

As informações foram publicadas na edição desta quarta-feira da Coluna do Broad, do Estadão, que destaca que o maior investidor individual da empresa uruguaia é o fundo de investimentos Advent International possui 27,7% dos papéis. O IPO foi realizado em 2017, em uma operação que movimentou R$ 1,34 bilhão. A oferta de ações foi, em sua maioria, secundária, com a venda de ações que eram do fundo.

A coluna lembra que o laboratório já foi alvo do interesse de outros concorrentes. No entanto, o Advent não deu segmento às conversar por considerar o atual preço do Biotoscana é muito abaixo do que considera justo.

Até o fechamento da sessão de ontem, as ações tinham alta acumulada de 18% em julho, mas o resultado do ano era negativo em 7%.

IPO

A empresa teve sua oferta precificando os papéis a R$ 26,50 cada, no centro da faixa indicativa, de R$ 24,50 a R$ 28,50.

Na tranche primária (papéis novos) foram vendidas 16 milhões de units, perfazendo um total de 424 milhões de reais. A secundária (papéis vendidos por atuais sócios) teve giro de 917,56 milhões de reais. Com isso, a operação movimentou 1,34 bilhão de reais.

Deixe um comentário