Todos de olho no FED

LinkedIn

RESENHA DA BOLSA – QUARTA-FEIRA 31/07/2019

ÁSIA: As bolsas na Ásia fecharam em queda nesta quarta-feira, depois que o presidente Donald Trump despejou água fria em cima do otimismo em prol de um acordo comercial, enquanto as negociações entre os EUA e a China recomeçavam.

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse em uma série de tweets na terça-feira que a China não está cumprindo sua promessa de comprar mais produtos agrícolas dos EUA. Por outro lado, a China insiste que comprou produtos agrícolas dos EUA. Os comentários de Trump ocorrem no momento em que as negociações comerciais entre EUA e China estão ocorrendo em Xangai de 30 e 31 de julho, quando as duas potências econômicas pretendem chegar a um acordo para encerrar uma prolongada guerra comercial.

A atividade fabril da China contraiu pelo terceiro mês consecutivo em julho. O índice PMI oficial para julho ficou em 49,7. Economistas consultados pela Reuters esperavam que a atividade fabril na China chegasse a 49,6, em comparação com a leitura de 49,4 feita em junho. Uma leitura acima de 50 indica expansão, enquanto aqueles abaixo disso sinalizam contração.

O índice de Xangai caiu 0,67%, enquanto o Shenzhen Composite caiu 0,68%.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng fechou mais cedo, quando um alerta de ciclone tropical foi elevado ao terceiro nível mais alto. O índice fechou em queda de 1,31%, com queda de 2% para as ações da seguradora AIA.

As ações do setor imobiliário recuaram após comentários de um importante órgão do Partido Comunista, na terça-feira, dizendo que o setor deveria ser “usado para viver, não para especulação” e também enfatizou que o setor imobiliário não será usado como ”meio de curto prazo de estimular a economia”. As ações da China Vanke listadas na bolsa de Hong Kong caíram 2,15%, enquanto a de Shenzhen registrou queda de 3,55%. A Sunac China Holdings caiu 3,63%, enquanto a Country Garden Holdings caiu 1,84%.

O Nikkei do Japão recuou 0,86%, enquanto o índice Topix caiu 0,66%. As ações da Sony subiram 5,31% após a companhia ter registrado um lucro recorde no primeiro trimestre na terça-feira.

O Kospi da Coreia do Sul fechou em queda de 0,69%. As ações da gigante Samsung Electronics caíram 2,58% depois que a empresa registrou uma queda de 56% em seu lucro no segundo trimestre em comparação com um ano atrás.

Na Austrália, o S & P / ASX 200 caiu 0,47%, fechando a 6.812,60 pontos. A maioria das empresas terminou o dia em vermelho, com forte volume. O setor financeiro , altamente ponderado, arrastou 16,7 pontos do índice, enquanto consumo discricionário e imobiliário também pesaram. Os únicos setores que tiveram um desempenho positivo foram os de energia, comunicações e consumo.

As mineradoras tiveram um dia misto. BHP caiu 0,1%, Rio Tinto recuou 0,2%, enquanto Fortescue Metals avançou 1,2%.

No mês, o setor de recursos fechou em queda após a Vale dizer que estava retomando sua produção novamente, derrubando a cotação do minério de ferro. Rio Tinto fechou o mês em baixa de 4,7%, BHP perdeu 1% no mês, enquanto Fortescue deslizou 7,6%.

A inflação ao consumidor na Austrália subiu mais rápido do que o esperado no segundo trimestre, com o índice de preços ao consumidor subindo 0,6% no trimestre de junho, acima das expectativas de um aumento de 0,5% dos economistas consultados pela Reuters.

No geral, o índice MSCI Asia ex-Japan caiu 0,68%.

EUROPA: As bolsas europeias negociadas entre ligeiras altas e baixas na manhã de quarta-feira, com os investidores aguardando a decisão de taxa de juros do Federal Reserve dos EUA.

O pan-europeu Stoxx 600 caiu cerca de 0,1% logo após a abertura, com os bens domésticos caindo 0,7%, enquanto os estoques de petróleo e gás saltavam 0,8%.

Entre as mineradoras listadas em Londres, Anglo American cai 1,2%, Rio Tinto recua 0,7%, enquanto Antofagasta avança 1,7% e BHP sobe 0,5%.

O Eurostat informou na quarta-feira que o PIB da Zona do Euro cresceu 0,2% no segundo trimestre, atendendo às expectativas e mais lento do que o crescimento de 0,4% no primeiro trimestre. Comparado a um ano atrás, o PIB cresceu 1,1%. O desemprego caiu para 7,5% em junho, ante 7,6%, o menor desde julho de 2008. O Eurostat também informou que a inflação anual deve ficar em 1,1% em julho de 2019, ante 1,3% em junho, de acordo com sua estimativa.

O novo primeiro-ministro da Grã-Bretanha Boris Johnson irá à Irlanda do Norte nesta quarta-feira, como parte de uma turnê nacional para anunciar seu plano de retirar o Reino Unido da União Europeia com ou sem um acordo. A fronteira entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda é a única fronteira terrestre do Reino Unido com a UE e um ponto importante de discordância com o atual acordo de separação.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA operam em território positivo na manhã de quarta-feira, enquanto os participantes de mercado se preparam para a decisão do Federal Reserve ainda hoje.

O banco central dos EUA deve reduzir as taxas de juros pela primeira vez desde a crise financeira, há mais de uma década. As expectativas do mercado apontam para um corte na taxa de um quarto de ponto. O Fed deve divulgar sua decisão às 13h00, enquanto o presidente Jerome Powell agendou uma conferência à imprensa às 15h30.

A espera pela decisão do Fed tem suportado os preços de ativos de risco em todo o mundo nos últimos dias, porém as preocupações com a guerra comercial ressurgiram para limitar os ganhos.

Enquanto isso, o presidente Donald Trump disse em uma série de tweets na terça-feira que Pequim não está cumprindo a promessa de comprar mais produtos agrícolas dos EUA, diminuindo a esperança de que as duas maiores economias do mundo possam chegar a um acordo comercial em breve.

Na agenda econômica, dados do mercado de trabalho da ADP para julho serão divulgadas por volta das 9h15. Os dados do Chicago PMI para julho sairá as 9h45, enquanto os estoques de petróleo dos EUA sairá as 11h30.

Entre as notícias corporativas, a General Electric, Occidental Petroleum e Spotify estão entre as empresas programadas para relatar seus últimos lucros trimestrais antes do início do pregão. Qualcomm, Vale e Sturm Ruger estão entre os que devem divulgar seus resultados após o fechamento do mercado.

ÍNDICES FUTUROS – 7h30:

Dow: +0,24%

SP500: +0,15%

NASDAQ: +0,32%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Deixe um comentário