Ata do Copom mostra espaço para novos cortes nos juros

LinkedIn

A ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) reforçou que há espaço para novos cortes nos juros além do 0,5 ponto decidido na última reunião, que reduziu a taxa básica Selic de 6,5% para 6%. A ata diz que “o Copom debateu, então, a conveniência de oferecer alguma perspectiva sobre possíveis cenários para a política monetária. Decidiu comunicar sua avaliação de que a consolidação do cenário benigno para a inflação prospectiva deverá permitir ajuste adicional no grau de estímulo monetário”. Ou seja, o Copom quis deixar uma indicação de que os cortes devem continuar.

Mas, ao mesmo tempo, deixou claro que não há garantia dessa queda, afirmando logo em seguida que “o Copom julgou ser fundamental enfatizar que a comunicação dessa avaliação não restringe sua próxima decisão e reiterar que os próximos passos da política monetária continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação”.

O Copom também deixa claro a importância da continuidade da reforma da Previdência. E afirma que o” Copom reconhece que o processo de reformas e ajustes necessários na economia brasileira tem avançado, mas enfatiza que a continuidade desse processo é essencial para a queda da taxa de juros estrutural e para a recuperação sustentável da economia. O Comitê ressalta ainda que a percepção de continuidade da agenda de reformas afeta as expectativas e projeções macroeconômicas correntes. Em particular, o Comitê julga que avanços concretos nessa agenda são fundamentais para consolidação do cenário benigno para a inflação prospectiva”, diz a ata.

Deixe um comentário